• Brasil 4.0

ABES lança nova etapa da campanha Uma Empresa Ética

Objetivo é incentivar o uso de programas de compliance no setor de TI, assegurando um comércio justo e com maior credibilidade

Agora, o associado da entidade pode assinar Canal de Denúncias Independente

Entidade referência no setor de tecnologia da informação e comunicação no Brasil, a ABES tem fortalecido seu papel de orientar seus associados sobre a necessidade deles desenvolverem programas de integridade e regras éticas contra a corrupção, a concorrência desleal, fraudes e diferentes tipos de assédio no ambiente corporativo e no relacionamento com o poder público.

“Nossa associação é reconhecida pelo trabalho no combate à pirataria de software e temos ido além. Continuamos empenhados na construção de um mercado mais ético e confiável, desta vez estimulando a adoção de programas de compliance no setor de TIC, assegurando um comércio justo, sustentável, eficiente e com maior credibilidade”, destaca Rodolfo Fücher, presidente da ABES.

Além de renovar seu próprio Código de Ética e implantar um Programa de Integridade, ou seja, dando o exemplo, a ABES lançou a campanha "Uma Empresa Ética", direcionada aos associados, por meio do qual eles contam com apoio técnico, jurídico e financeiro para estabelecer um programa similar em sua companhia.

Apoios técnico e jurídico

Os associados contam com a orientação do compliance officer da entidade e, agora, podem assinar um Canal de Denúncias Independente, serviço seguro, confiável e em conformidade com a Lei Anticorrupção ou Lei da Empresa Limpa (Lei nº 12.846/2013).

“A legislação prevê punições severas e uma empresa pode responder por qualquer ato ilícito que a beneficie, inclusive aquele cometido por fornecedores, terceirizados ou funcionários, mesmo sem conhecimento dos seus gestores. Estimulamos uma cultura de prevenção e combate à corrupção, que traz benefícios ao nosso mercado e ao país”, explica Carolina Marzano, advogada e compliance officer da ABES.

Qualquer empresa brasileira está submetida a esta norma e, no Brasil, existem localidades nas quais é preciso ter programa de compliance para fazer negócios com órgãos públicos. Este programa é também fundamental para organizações que visam atuar em outros países ou vender serviços e produtos para multinacionais.

Apoio financeiro

A assinatura do Canal de Denúncia Independente do Programa “Uma Empresa Ética” está disponível em três modalidades de planos exclusivamente para os associados da ABES. São eles:

  • Silver (gratuito): um usuário administrador, site padrão "Uma empresa ética" e layout padrão;

  • Gold (R$199,00 mensais): três usuários administradores; site padrão "Uma empresa ética" e endereço personalizado;

  • Platinum (R$299,00 mensais): número ilimitado de usuários administradores site padrão "Uma empresa ética" e endereço de URL personalizado.

Nos três primeiros meses de uso, todos os planos estarão disponíveis gratuitamente para os associados, como forma de incentivar as empresas a aderirem ao programa. Após este prazo, será cobrado o respectivo valor mensal do plano escolhido.

“Lembramos que o Canal de Denúncia é uma das etapas de um Programa de Compliance, que deve fazer parte de uma política da empresa com engajamento da alta direção. É preciso ainda um código de ética, treinamento constante da equipe, monitoramento e avaliação do programa. A ABES está à disposição dos seus associados para orientá-los nesta jornada”, completa Carolina.

Para começar a utilizar o canal é muito fácil: acesse o site www.umaempresaetica.org.br, clique em "planos", escolha a opção desejada e preencha o formulação com as informações solicitadas.


Fonte: ABES Software

3 visualizações
banner-siemens-plm-160x600-pt.jpg
Assine nossa newsletter!
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

© 2019 - Brasil 4.0 - www.br40.com.br

Fale conosco - contato@br40.com.br