top of page

Gartner: IA Generativa é a Tecnologia de IA Mais Implementada nas Empresas

A partir do chat GPT, desenvolvido pela OpenAI, o mundo despertou para o potencial transformador da inteligência artificial com sua habilidade para imitar diálogos humanos e tomadas de decisão.


Rodrigo Portes

A tecnologia é alimentada por modelos fundamentais (Foundation Models) gerados a partir de grandes quantidades de dados, permitindo que as empresas possam construir modelos especializados de geração de imagens e linguagem. 


Agora, as companhias podem construir sistemas especializados de geração de imagens e linguagem sobre estes modelos fundamentais. Para isso, usam modelos de linguagem grande (LLMs, Large Language Models), treinados em grandes quantidades de dados de texto para aprender padrões e relacionamentos entre entidades. 


Eles podem realizar muitos tipos de tarefas de linguagem, como tradução de idiomas, análise de sentimentos, conversas de chatbot e além. Também podem compreender dados textuais complexos, identificar entidades e relacionamentos entre eles e gerar um novo texto coerente e gramaticalmente preciso. 


Estes modelos de linguagem grande e a inteligência artificial generativa devem transformar fundamentalmente tudo: negócios, ciência e a própria sociedade. 


Segundo a consultoria Accenture apurou, 40% de todas as horas trabalhadas, em todos os setores, podem ser impactadas por LLMs com o GPT-4. Isso porque as tarefas de linguagem são responsáveis por 62% de todo o trabalho nas empresas e 65% deste tempo podem ser transformados em atividades mais produtivas por meio de augmentation e automação.


eletrometalmecanica

Número 1 entre as Inteligências Artificiais


A Inteligência Artificial Generativa é a solução mais adotada entre as empresas que apostam em algum tipo de inteligência artificial atualmente. Segundo o Gartner, apoiado em pesquisa realizada no quarto trimestre de 2023, 29% dos 644 entrevistados implantaram e estão usando IA Generativa.


Foram ouvidos executivos de empresas dos Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido. A IA Generativa aparece como a mais prevalente entre as soluções, incluindo técnicas de gráficos, algoritmos de otimização, sistemas baseados em regras, processamento de linguagem natural e outras formas de aprendizado de máquina (machine learning).


Expansão


A pesquisa também descobriu que utilizar a IA Generativa incorporada a aplicativos existentes (como o Copilot for 365 da Microsoft ou o Firefly da Adobe) é o principal uso, com 34% dos entrevistados afirmando é o método principal de utilização. Esse cenário é observado como mais comum do que customizar modelos de GenAI com engenharia de prompts (25%), treinar ou ajustar modelos GenAI personalizados (21%), ou usar ferramentas GenAI autônomas, como ChatGPT ou Gemini (19%).


“A IA Generativa está atuando como um catalisador para a expansão da inteligência artificial nas empresas”, diz em comunicado Leinar Ramos, diretor sênior de análise do Gartner. “Isso cria uma janela de oportunidade para os líderes de inteligência artificial, mas também um teste sobre se eles serão capazes de capitalizar este momento e entregar valor em escala.”


Interplast 2024

Barreiras


O principal obstáculo para a adoção de IA, conforme relatado por 49% dos participantes da pesquisa, é a dificuldade em estimar e demonstrar o valor dos projetos. Este problema supera outras barreiras como escassez de talentos, dificuldades técnicas, questões relacionadas a dados, falta de alinhamento de negócios e confiança.


“O valor de negócios continua sendo um desafio para as empresas quando se trata de IA”, diz Ramos. “À medida que as empresas expandem a inteligência artificial, elas precisam considerar o custo total de propriedade de seus projetos, bem como o amplo espectro de benefícios além da melhoria da produtividade.”


Lições


Segundo Ramos, as empresas que estão tentando extrair valor da IA nos negócios podem aprender com companhias “mais maduras”. A pesquisa descobriu que essas são 9% das empresas, e constatou que o que diferencia essas companhias é que elas se concentram em quatro capacidades fundamentais: modelo de IA escalável; foco em engenharia de IA; investimento em capacitação e gerenciamento de mudanças na empresa; foco em capacidades de confiança, risco e segurança (TRiSM) para mitigar riscos.


“As empresas maduras em inteligência artificial investem em capacidades fundamentais que permanecerão relevantes independentemente do que aconteça amanhã, e isso lhes permite escalar implantações de IA de forma eficiente e segura”, diz o especialista.


A pesquisa indica que, em média, apenas 48% dos projetos de IA chegam à produção e são necessários oito meses para ir de um protótipo de IA ser implementado.


Balluff

Impacto da IA Generativa na produção industrial


IA Generativa está transformando a produção industrial de maneiras que antes eram inimagináveis. Com a capacidade de analisar grandes volumes de dados e gerar soluções inovadoras, a IA Generativa está otimizando processos e aumentando a eficiência em toda a cadeia de produção.


Otimização de Cadeias de Suprimentos


A IA Generativa permite uma otimização sem precedentes das cadeias de suprimentos. Ao analisar dados em tempo real, ela pode prever demandas, identificar gargalos e sugerir melhorias. Isso resulta em uma cadeia de suprimentos mais ágil e eficiente, reduzindo custos e melhorando a satisfação do cliente.


Manutenção Preditiva


Com a IA Generativa, a manutenção preditiva se torna uma realidade. Sensores e algoritmos avançados monitoram o desempenho dos equipamentos em tempo real, identificando possíveis falhas antes que elas ocorram. Isso não só evita paradas inesperadas, mas também prolonga a vida útil dos equipamentos.


Customização em Massa


A customização em massa é outra área onde a IA Generativa está fazendo uma diferença significativa. Com a capacidade de analisar preferências individuais e adaptar produtos em tempo real, as empresas podem oferecer produtos altamente personalizados sem sacrificar a eficiência da produção em massa.


A inteligência artificial gera mais empregos em parceria com humanos, criando novas oportunidades e preparando-nos para o mercado de trabalho do futuro.

siemens

Conclusão


Na era atual, a Inteligência Artificial Generativa (GenAI) surge como uma das tecnologias mais revolucionárias de nosso tempo. Seu impacto é abrangente, redefinindo as operações empresariais em todos os setores e desencadeando uma onda de inovações sem precedentes. Com a capacidade de gerar novas ideias, conteúdos e soluções de forma autônoma, a IA Generativa não só melhora a eficiência e a experiência do cliente, mas também atua como uma força motriz da inovação. Transformando a forma como as empresas operam e entregam valor aos seus clientes, a IA Generativa está se tornando essencial em muitos setores. Embora não substitua empregos humanos, ela altera a rotina de trabalho, promovendo uma parceria entre humanos e máquinas para criar de maneira mais eficiente. O futuro já chegou com a Inteligência Artificial Generativa, e a melhor forma de se preparar para ele é compreender tanto o potencial quanto as limitações dessa tecnologia.


rodrigo portes

Por: Rodrigo Portes

Diretor de Vendas | Diretor Comercial | Gerente Nacional de Vendas | Gerente de Vendas Sênior | Mentor | Palestrante | Autor | Transformação Digital | Indústria 4.0

Fonte: Linkedin Rodrigo Portes - BR4.0

Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page