• Brasil 4.0

i-IoT Solutions apresenta nova versão da plataforma sensemetrics para área de mineração

A nova versão da tecnologia para monitoramento e gestão em tempo real para todos os tipos de barragens foi apresentada recentemente em evento no CREA/MG voltado para engenheiros e profissionais do setor de mineração


As novas normas divulgadas em janeiro de 2020 pela Agência Nacional de Mineração (ANM) determinam que maior número de barragens, especialmente aquelas que apresentam alto nível de risco DPA (Dano Potencial Associado), que totalizam 237 no país, deverão obrigatoriamente contar com monitoramento automático em tempo real e integral. Para atender a essa necessidade e às crescentes demandas regulatórias do setor, a i-IoT Solutions traz ao país a mais recente versão da solução da empresa norte-americana sensemetrics, que se aplica a quaisquer tipos de barragens de mineração, independentemente da metodologia construtiva (a jusante, a montante, ao centro), possibilitando inclusive o monitoramento de taludes e de pilhas de rejeitos, e também o monitoramento ambiental e estrutural, além do gerenciamento da água na operação.


Hélio Samora, CEO da i-IoT Solutions, distribuidora da sensemetrics na América Latina, explica que pela primeira vez no Brasil foi feita um apresentação completa da solução durante um seminário realizado no início de fevereiro no CREA/MG, demonstrando desde o sensor conectado ao THREAD (um datalogger plug and play totalmente autônomo e wireless que permite a conexão com sensores de forma a capturar dados em tempo real, facilitando o monitoramento do que está ocorrendo na operação de mineração) até a nuvem e todas as suas funcionalidades. A plataforma não possui limite de usuários e podem ser determinados grupos ou pessoas para diferentes níveis de acesso ao sistema. Também é possível usar a API da solução para integração com outros softwares voltados para gestão de empreendimentos de mineração e para segurança das pessoas nas áreas de alagamento.


Dentre as principais funcionalidades, destacam-se: capacidade de comunicação em uma via de mão dupla em que o sensor não é apenas lido, mas também pode receber comandos automatizados; visualização de imagens, mapas, de gráficos 2D e 3D e seções transversais, principalmente para análises de deslocamento de taludes; facilidade para integração e exportação de dados em diversos formatos, incluindo CSV; e importação de dados em formatos CSV ou DAT (importante para os casos em que não há sensores automatizados).


A plataforma também permite visualizar e criar alertas por nível de criticidade e acionar sirenes móveis ou fixas, além de enviar alertas por e-mail e possibilitar a integração com os aplicativos de mensagens de texto através de API. A solução permite ainda a geração de relatórios personalizados em três idiomas e envio automático dos mesmos por e-mail em horários de datas programadas.


Seminário


A nova versão da solução foi apresentada no seminário “Monitoramento e Gestão de Barragens e Áreas de Mineração em tempo real”, promovido pela i-IoT Solutions e pela ProConcept no início de fevereiro em Belo Horizonte (MG). A iniciativa reuniu mais de 100 engenheiros, executivos de empresas de mineração e profissionais que atuam no setor para discutir o tema no salão da Plenária do Crea/MG, entidade que apoiou o evento em conjunto com o Confea e a Fundação Gorceix.


Segundo Samora, o apoio do Crea/MG para a realização do evento foi extremamente importante. “Conseguimos o aval da Diretoria e Conselho da entidade por intermédio do engenheiro Elcio Pereira Diniz, diretor executivo da ProConcept Sistemas, empresa responsável pela comercialização e implementação da solução no país, que realizou, com o apoio de nossos técnicos, uma demonstração prévia da solução para os coordenadores das Câmaras da entidade, que reconheceram seu poder e eficácia”, destaca Samora.


Na avaliação do engenheiro Elcio Pereira Diniz, diretor executivo da ProConcept, o momento para a apresentação da tecnologia da sensemetrics foi muito oportuno e em consonância com a preocupação dos órgãos governamentais do estado mineiro com a grave situação gerada a partir do desastre de Brumadinho. “Atualmente há 61 barragens a montante no país, das quais 41 estão em Minas Gerais. Essa solução é ideal para esse tipo de barragem, assim como para as demais que apresentam alto risco, na medida em que aumenta significativamente a segurança, eficiência e velocidade para a tomada de decisão”, opina o executivo.


A abertura do seminário esteve a cargo do engenheiro Lúcio Borges, presidente do Crea/MG e do engenheiro Elcio Pereira Diniz, da ProConcept. O evento contou ainda com a participação de Wilson Soares, diretor da G5, que falou sobre a importância dos sensores automáticos no monitoramento de barragens e apresentou as novidades da Geokon, maior fabricante mundial de sensores de Geotecnia.


Fonte: http://i-iotsolutions.com


46 visualizações
banner-siemens-plm-160x600-pt.jpg
Assine nossa newsletter!
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

© 2019 - Brasil 4.0 - www.br40.com.br

Fale conosco - contato@br40.com.br