• Brasil 4.0

Liderança 4.0: um mecanismo de alcance de resultados

É preciso uma mudança de mentalidade e um conjunto de habilidades, técnicas e métodos para potencializar o capital humano nas empresas


Anessa Caparelli*

Foto: Adobe Stock - IT Forum 365

Liderar em momento de transformações, e em meio à quarta revolução industrial requer adaptações que vão além de implantar processos tecnológicos no ambiente corporativo. É preciso uma mudança de mentalidade e um conjunto de habilidades, técnicas e métodos, que têm como objetivo administrar e potencializar a eficiência do capital humano nas empresas.


A liderança 4.0 deve estar preparada para lidar com a agilidade das informações, divergências comportamentais, pressão mercadológica, focando em resultados sem deixar de lado as pessoas, potencializando-as, compreendendo e investindo em suas equipes.


Porém, saber como desenvolver essa liderança é um importante passo. Afinal, o crescimento da empresa e o sucesso da equipe, também depende disso. Sem bons líderes, se torna difícil atingir os objetivos organizacionais, assim como manter os profissionais motivados. Algumas estratégias são fundamentais nesse aprendizado e aprimoram as habilidades de gestão, como incentivar a equipe, que é um papel fundamental do líder para criar um ambiente em que todos tenham confiança em expor seus pontos de vista.

Uma outra estratégia que valoriza o desenvolvimento da liderança é empatia pela equipe de trabalho. Líderes que não se colocam no lugar de seus colaboradores normalmente não conseguem compreender suas angústias ou interesses e, por consequência, não atendem às suas necessidades.


Além disso, descentralizar o poder. Chefes inseguros gostam de manter o comando em suas mãos, então centralizam todas as demandas e exigem que absolutamente tudo passe por eles. Mas essa não é uma postura adequada, é importante confiar na equipe liderada, atribuindo-lhe responsabilidades.


A comunicação também é um dos tópicos mais importantes nesse exercício de liderança. Todo líder precisa se expressar de forma eficaz para engajar e alinhar o time na busca por bons resultados. Além disso, uma boa comunicação previne erros, conflitos e outros.


Em muitas empresas, os colaboradores não sentem reconhecidos por seus superiores imediatos. De acordo com uma pesquisa da Towers Watson, o desempenho de um profissional aumenta em cerca de 60% quando é reconhecido por seu superior imediato. Assim, um simples elogio pode fazer toda a diferença e inspirar bons resultados para a equipe.


Por fim, é essencial que o líder seja um exemplo a ser seguido, mostrando, por meio das próprias atitudes, como as coisas devem ser feitas. O líder é um verdadeiro protagonista. Os profissionais observam suas ações diárias e replicam, mesmo que de forma inconsciente. Por isso, Davi Ramsey, escritor do livro “líder empreendedor”, afirma que os pontos fortes e fracos de um líder são repetidos em sua equipe. Nesse sentido, é cada vez mais determinante que o gestor assuma uma postura exemplar, mostrando de forma prática o que espera dos seus colaboradores. Um líder exemplar é aquele que abraça os valores da companhia, ouve seus superiores, se compromete pessoalmente com os resultados e atua com dedicação.

Não se aprende a ser líder apenas ouvindo. É preciso desenvolver um conteúdo que vá além do conhecimento técnico, que o leve a praticar uma nova habilidade, um novo comportamento de forma contínua. Ainda que muitas pessoas tenham aptidão para liderança por vocação, essa característica precisa ser constantemente desenvolvida. É uma tarefa para a vida. Assim, será possível construir dentro de uma organização uma cultura de credibilidade e transparência, capaz de reter talentos e gerar melhores resultados no futuro.


*Anessa Caparelli é coordenadora regional da Amcham Goiânia

Fonte: IT Forum 365

14 visualizações
banner-siemens-plm-160x600-pt.jpg
Assine nossa newsletter!
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

© 2019 - Brasil 4.0 - www.br40.com.br

Fale conosco - contato@br40.com.br