top of page
  • Foto do escritorBR40

14ª Intermach encerra como referência em inovações e tecnologias, negócios e capacitação

14ª Intermach encerra como referência em inovações e tecnologias, negócios e capacitação para a indústria metalmecânica

Evento recebeu 22 mil visitantes e deve gerar R$300 milhões em negócios


Interamach 2023 - Feira e Congresso
Fotos: Alexandre Silvino

Pavilhão com corredores lotados, público entusiasmado com as máquinas e novas tecnologias em demonstração, capacitações prestigiadas e estandes movimentados, gerando networking e negócios.


Assim foi a 14ª edição da Intermach, a maior Feira e Congresso Internacional de Tecnologia, Máquinas, Equipamentos, Automação e Serviços para a Indústria Metalmecânica do Sul do país, que aconteceu de 11 a 14 de julho, no Expoville, em Joinville (SC).


Durante os quatro dias de realização, o evento recebeu 22 mil visitantes, vindos de 403 cidades e 22 estados brasileiros e, também, do Distrito Federal, com destaque para São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, depois de Santa Catarina.


A feira recebeu, ainda, visitantes estrangeiros do Uruguai, Colômbia, Canadá e Portugal.


Como importante vitrine para o setor, a 14ª Intermach reuniu 300 marcas nacionais e internacionais, apresentadas em 202 estandes, o que representou área de exposição 10% maior do que a edição anterior.


Na feira, o público pode conhecer máquinas e equipamentos de última geração, de fornecedores, nacionais e internacionais nas áreas de Usinagem, Soldagem, Metrologia Industrial, indústria 4.0, impressão 3D, manufatura aditiva e soluções AI/IoT.


De acordo com Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil, organizadora da Intermach, a 14ª edição da feira encerra com balanço positivo e expectativa de geração de negócios em torno de R$ 300 milhões.


“Após o período de retomada pós pandemia, vivenciamos agora um momento de estabilização das feiras e eventos. Avaliamos que a 14ª Intermach cumpriu sua missão de ser uma ferramenta de conexões, networking, lançamento de tecnologias e disseminação do conhecimento. Foi um evento positivo para os expositores e que surpreendeu pela procura por conhecimentos técnicos apresentados nos eventos paralelos à feira, como workshops, congressos, seminários e palestras”, avalia Richard Spirandelli.


Webinar - A Jornada Rumo à Maturidade 4.0: Um estudo de caso brasileiro

Público segmentado e com poder de decisão


Um dos indicadores que demonstram a efetividade de geração de negócios da Intermach, é que 40% dos visitantes vieram buscar na feira novos produtos e soluções para as suas empresas.


Entre o público, 25% trabalham em empresas com mais de 500 funcionários, 37% têm poder de pesquisa, planejamento ou recomendação para a aquisição de produtos e serviços, e 26% possuem poder de decisão final de compra.


Presidentes, sócios e proprietários de empresas representam 14% dos visitantes da feira, enquanto diretores e gerentes correspondem a 22% do público.


Em relação às áreas de atuação do público da 14ª Intermach, 12% são do segmento de engenharia industrial, 10% do ramo automotivo, 8% pertencem ao grupo de serviços para a indústria, 6% são da indústria do plástico e 5% representam fundição.


Já sobre as áreas que despertaram mais interesse junto ao público, destacam-se automação industrial e controle de processos, seguido por ferramentas de corte e máquinas ferramenta.


Líder na América Latina no fornecimento de software CAD e CAM, a SKA é veterana na Intermach e, como acontece todos os anos, trouxe novidades para o evento.


“Estamos acompanhando a transformação do mercado de máquinas e equipamentos que agora passam a fornecer ecossistemas ou instalações mais conectadas. Então trazemos nossas soluções para esse tipo de necessidade”, comenta o HEAD de Desenvolvimento Estratégico da SKA, Luiz Gonçalves.


Metalurgia 2023 - Feira e Congresso

Para ele, a 14ª edição da Intermach superou as expectativas: “A feira é sempre muito boa para nós e acreditamos que continuará sendo nos próximos anos. Nossa expectativa é realista, mas estou otimista. Estamos fazendo contato com empresas que já são nossos clientes e entendo que teremos multiplicação grande dos negócios”.


Rodada de Negócios reúne diversos segmentos


A Rodada de Negócios da 14ª Intermach teve a participação de 80 empresas, sendo 60 fornecedores e 20 compradores, que realizaram cerca de 680 reuniões.


Entre os segmentos presentes, estiveram logística, portuário, indústria metalomecânica, embalagens, agroindústria, telecomunicações, automotivo, construção civil e linha branca.


A qualificação dos participantes da Rodada de Negócios foi observada pelo diretor da Rezler Chavetas e Usinados, Ubiratã Rezler: “Percebo que esta edição Negócios foi muito positiva, com compradores mais abertos e mais qualificados na procura de alternativas. Estamos em um período mais instável, o que faz com que os compradores busquem alternativas de fornecimento. Avalio que esta Rodada de Negócios foi bem madura e que tará bons resultados em todos os contatos que fizemos”.


Já estreando como expositor da Intermach e como participante da Rodada de Negócios, Alexandre Duarte, da Aço Peças Oliveira, atingiu seus objetivos: “Nossa experiência está sendo muito proveitosa. A nossa expectativa era entender e participar desse eixo industrial existente em Joinville e foi extremamente promissor, pois todos os contatos que a gente imaginava poder ter acesso, já tivemos. Acreditamos que isso possa promover grandes negócios”.


Artigo Siemens

Capacitação atrai o público


Com o compromisso de disseminar conhecimento técnico e de qualidade, a 14ª Intermach ofereceu cerca de 40 palestras gratuitas, das quais participaram aproximadamente 900 pessoas.


A programação incluiu o Congresso de Inovação e Tecnologia – CINTEC, organizado pelo Instituto Senai de Inovação; o Seminário de Metrologia e Controle de Qualidade, organizado pela Câmara Setorial de Máquinas, Equipamentos para Controle de Qualidade, Ensaios e Medição (CSQI) da ABIMAQ; além dos workshops realizados pelos expositores.


Um dos workshops movimentados foi o realizado pela Inox do Brasil. Para o diretor da empresa, Cleiton Moretto, além de compartilhar informação e novidades, o workshop é uma ferramenta estratégica para as empresas.


“Foi muito bom pois conseguimos disseminar assuntos referentes ao nosso mercado, trazer palestrantes, convidar clientes, divulgar a feira e fomentar a nossa empresa. Além disso, a estrutura com equipamentos audiovisuais, equipe de apoio, pessoal de coffee break, é muito boa, são detalhes que deixam o nosso evento ainda mais positivo para os nossos clientes”, aprova Moretto.


White Paper Siemens

Responsabilidade social


Além de ser vitrine para as maiores novidades da indústria metalmecânica, a Intermach também cumpre o seu papel social.


Neste ano, o Senai em parceria com empresas e entidades do setor, trouxe para a Intermach cerca de 200 alunos de escolas públicas de Joinville, com o objetivo de despertar nos jovens o interesse pela profissionalização na indústria.


“Foi muito legal ver o brilho nos olhos da garotada, vendo tecnologia, robótica. Partimos para a ação de apresentar aos jovens o mundo da tecnologia e incentivá-los a tomar a decisão de seguir carreira no mundo da indústria”, pontuou Marco Aurélio Goetten, gerente executivo da FIESC SESI SEINAI Regional Norte Nordeste.


De acordo com dados da FIESC, em 2023, Santa Catarina gerou, até o mês de abril, 59 mil empregos formais. Desses, 29 mil foram na indústria, sendo que o setor metalmecânico foi responsável por 2,6 mil postos de trabalho.


Nesse cenário, Goetten destaca a representatividade da Intermach: “A indústria respira tecnologia e inovação. São tempos modernos que trazem isso de forma muito intensa. E a feira é uma oportunidade singular para a indústria ver, em um mesmo local, fornecedores de temas diferentes. A indústria que quer competir no mercado global, tem que estar aqui na Intermach”.


Missão cumprida e foco em 2025


Para Richard Spirandelli, a 14ª Intermach chega ao fim com a certeza de que o trabalho foi realizado, mais uma vez, com sucesso e que o objetivo, agora, é rumo à próxima edição.


“Saímos dessa edição prontos para o próximo desafio: a edição de 2025 que já está marcada para o mês de agosto e com a confirmação de vários expositores que desejam aumentar seus espaços de exposição”, finaliza.


Fonte: Assessoria de Comunicação


Webinar: Como criar ambientes inovadores através do intraempreendedorismmo

160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page