top of page
  • Foto do escritorBR40

7 em cada 10 empresas brasileiras investirão em Inteligência Artificial em 2023, afirma pesquisa

20% das empresas afirmaram já utilizar recursos de IA no seu cotidiano; destas, 14% disseram que vão ampliar e 6% vão manter


Os investimentos em tecnologia sempre fizeram parte das estratégias competitivas das empresas. Hoje, a Inteligência Artificial está cada vez mais presente no cotidiano das organizações. Segundo uma pesquisa realizada pela Deloitte, 7 em cada 10 empresas investirão em IA em 2023. Para a maioria delas, a solução será aplicada no apoio ao suporte e atendimento de clientes.


Atualmente, 20% das empresas afirmaram já utilizar recursos de Inteligência Artificial no seu cotidiano (destas, 14% disseram que vão ampliar e 6% vão manter), enquanto outras 20% ainda testam ferramentas com a tecnologia, 31% ainda não utilizam, mas pretendem e 16% não utilizam e não pretendem.


A pesquisa “Agenda 2023” entrevistou 501 empresas, que, juntas, somam R$ 2,1 trilhões em receitas e totalizam 21% do PIB brasileiro de 2022. O objetivo do estudo é entender as medidas que as companhias buscam adotar para melhorar a eficiência e produtividade nas atividades em meio aos atuais desafios do mercado – como o risco inflacionário, altos níveis das taxas de juros e a discussão sobre a reforma tributária.


Cerca de 13% das empresas entrevistadas utilizarão Inteligência Artificial no apoio ao suporte e atendimento de clientes. Em outros usos, 8% pretendem incrementar com foco na inteligência de mercado, 7% em campanhas de marketing, 7% em gestão financeira, contábil ou fiscal, 6% nas atividades de vendas, 4% nas análises de crédito dos clientes, 4% na gestão de fornecedores e outros 4% no gerenciamento de riscos operacionais.



Além da Inteligência Artificial: outras tecnologias investidas


Inteligência Artificial não é o único foco das corporações, 2/3 das empresas já migraram ao menos metade de seus dados para o armazenamento de nuvem (cloud). Destas, 72% usam a nuvem para armazenar documentos de gestão, como planilhas eletrônicas, relatórios, apresentações e e-mails, para o serviço de cloud. Entre as que ainda migrarão, 52% afirmam que no futuro vão armazenar dados em nuvem.


A tecnologia do blockchain também está no radar de algumas empresas para facilitar o processo de registro de transações e de controle em uma rede de negócios. Cerca de 5% das empresas participantes já o utilizam e outras 9% estão em fase de testes. As aplicações costumam ser em administração e atendimento aos clientes (4%), gestão financeira, contábil ou fiscal (3%), gestão de fornecedores e estoque (3%), processos/atividades de vendas (2%), análise do nosso mercado (2%) e gestão e arquivamento de documentos (2%).


Fonte e imagem: Startupi



160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page