top of page
  • Foto do escritorBR40

A agricultura e a transformação digital com o surgimento de startups,na visão de especialistas

Encontro virtual debateu agricultura 4.0 e as necessidades de suporte às startups que surgiram nos últimos anos; paralelo à programação, também haverá o Prêmio Agrishow de Startup


Imagem Wix

Estimular o acesso correto às novas tecnologias e soluções, entendendo as necessidades do universo agro. Essa é a base do bate papo que foi ao ar na noite desta terça-feira, 8 de fevereiro, no canal do Youtube da Agrishow, que promove a Agrishow Labs: uma jornada de conteúdo estratégico no formato virtual que abordará assuntos ligados à inovação agropecuária e o desenvolvimento tecnológico do agronegócio brasileiro.


“Muitas empresas precisam muito além de mentoria. Tivemos um ‘boom’ de startups, mas muitas vezes elas estão perdidas no universo tecnológico. Ou até o oposto: quando o campo faz a criação, mas enfrenta problema no universo tecnológico”, disse Silvia Massruhá, chefe geral e pesquisadora da Embrapa Agricultura Digital, Abastecimento (MAPA) e da Ciência, Tecnologia, Inovações (MCTI)

O segundo episódio do debate sobre “A Gestão da Agricultura 4.0” trouxe, além de Silvia, o engenheiro agrícola e professor da Universidade de São Paulo (USP), José Paulo Molin; o Gerente de Inovação e Tecnologia do SUPERA Parque, Eduardo Cicconi; e o Secretário Adjunto de Inovação e Tecnologia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Cléber Soares.

Para o professor Molin, a derivação da terminologia “agricultura 4.0” que surgiu na Industria e foi adaptada ao agro, ainda está muito aquém do setor industrial. “Na agricultura estamos perseguindo conectar todos os entes da lavoura, os agentes que atuam nesta área. Mas mais importante que o termo é o estágio que estamos e a evolução que enxergamos nisso. Fazer uma agricultura mais sustentável, errando menos”, salientou.


Já o representante do SUPERA Parque explicou o suporte que as startups precisam no início do seu trajeto, e que o auxílio de empresas do setor colabora para a evolução do segmento como um todo.

Levar conectividade para o meio rural foi a pauta trazida pelo Secretário Adjunto de Inovação e Tecnologia do MAPA, Cléber Soares. “Temos um mapeamento da situação da conectividade no espaço agrícola brasileiro, e há o indicador inferior a 30% de acesso efetivamente”, mencionou o especialista.


“Operadoras e provedoras estão em parceria conosco para ter grandes pilotos de projetos neste setor, como as ‘comunidades rurais conectadas’ em localizações rurais, quilombolas”, citou, como exemplo. “O sinal do celular ainda continua caindo em alguns locais e estamos atentos a isso, a essa importância da conectividade dos pequenos. Inovação social”.


Programação

Ao todo, a Agrishow Labs conta com onze episódios semanais, baseados em três macrotemas mensais: A Gestão da Agricultura 4.0 em fevereiro, Novas Tecnologias para o Cultivo em março e Conectividade no Campo em abril, promovendo conversas entre produtores, consultores e CEOs de startups que atuam neste mercado. Os episódios vão até 19 de abril e serão lançados todas as terças, às 19h, no portal da Agrishow e no canal do Youtube da maior feira de agronegócio do País.


Prêmio Agrishow de Startups


Paralelo à programação da Agrishow Labs, também haverá o Prêmio Agrishow de Startups, que é uma competição aberta para que qualquer startup que tenha alguma solução inovadora no agro possa se inscrever e participar -- desde que preenchidos requisitos básicos descritos no edital. O objetivo é selecionar dez dessas startups para apresentarem seus projetos pessoalmente a uma banca julgadora e premiar os três melhores durante a feira presencial no final de abril, em Ribeirão Preto, no estado de São Paulo.


SERVIÇO

Agrishow Labs

Data: de 27/01 a 19/04


Prêmio Agrishow de Startups

Data: de 27/01 a 28/04


Fonte: Assessoria de Imprensa da Agrishow - Mecânica Comunicação Estratégica

Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page