• Brasil 4.0

Agtech focada em pequenos e médios produtores rurais levanta R$ 3 milhões


A Atomic Agro, startup que oferece soluções para pequenos e médios produtores agrícolas, anuncia que recebeu um aporte de R$ 3 milhões liderado pela Capital Lab. A empresa já está utilizando os recursos para investir na ampliação da sua base de produtores cadastrados e se prepara para uma segunda rodada de captação.


Atualmente, a startup conta com mais de 3 mil produtores cadastrados, com uma área produtiva somada que ultrapassa os 1,3 milhões de hectares, oferecendo dados e serviços que ampliam a produtividade e geração de negócios para esses empresários. Com os novos investimentos, a companhia pretende atingir 11.500 mil usuários até o primeiro semestre de 2021, chegando a 3,5 milhões de hectares.

Criada no final de 2018 por Bruno Matozo (CEO) e Ricardo Giannini (COO), a Atomic Agro se consolidou como uma das principais plataformas brasileira “farmer to farmer”, ao captar e oferecer informações estratégicas, condições comerciais e serviços que aumentam a competitividade de pequenos e médios produtores.


Parte dessas informações são coletadas dentro da própria rede de cadastrados da Atomic Agro, de forma confidencial, e devolvidas aos próprios produtores para que eles tomem as melhores decisões. São dados como a escolha de produtos e insumos que têm melhor performance em determinadas regiões, surgimento de pragas e doenças e produtividade de cada variedade dos grãos naquela safra, proporcionando uma comparação que traz muito mais precisão, já que os produtores de todo o país também podem se conectar e trocar conhecimentos em um sistema de rede social.


Além disso, a Atomic Agro oferece dados e cotações de câmbio e mercado futuro em tempo real, melhores condições comerciais na compra de insumos, equipamentos, sementes e defensivos, negociações especiais em taxas de financiamento de crédito e um exclusivo sistema de comercialização, que conecta quem quer comprar com quem quer vender de forma rápida e eficiente.


“Oferecemos aos pequenos e médios produtores o mesmo nível de qualidade de informações e condições de compra e comercialização dos grandes grupos, aumentando a produtividade do dia a dia. Nossa missão é fortalecer esses empresários que movimentam o campo em todas as regiões do Brasil, oferecendo dados, produtos e serviços aos quais eles não teriam acesso sem a força da nossa plataforma”, explica o CEO.

No Brasil, segundo dados da Scot Consultoria, os pequenos e médios produtores, com fazendas de até 2.500 hectares, são responsáveis por 70% dos alimentos produzidos no país e por cerca de 40% do Valor Bruto da Produção (VBP). Em 2017, a agropecuária representou cerca de 21% do PIB brasileiro e foi responsável por metade das exportações.


Fonte: Startupi

0 visualização
banner-siemens-plm-160x600.jpg
Assine nossa newsletter!
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

© 2019 - Brasil 4.0 - www.br40.com.br

Fale conosco - contato@br40.com.br