top of page
  • Foto do escritorBR40

Beiersdorf, dona da marca NIVEA, investe R$ 50 milhões na ampliação da fábrica de Itatiba (SP)

Unidade ganhou uma nova linha para a produção de hidratantes faciais, que atenderá as demandas dos mercados brasileiro e latino



A Beiersdorf, holding alemã referência do setor de cuidados pessoais e detentora de marcas como NIVEA e Eucerin, investiu R$ 50 milhões na ampliação de sua fábrica em Itatiba, no interior de São Paulo. Foi implantada uma nova linha de produção de hidratantes faciais, os famosos potinhos da NIVEA, que ainda não eram fabricados no Brasil. Com a ampliação, foram gerados novos empregos e há uma expectativa de aumento de 10% no volume de produção destes produtos que atenderão consumidores do Brasil e da América do Sul, em países como Argentina, Chile, Equador, Colômbia, Uruguai, Peru e Paraguai.


Ao transferir a produção da linha para o Brasil é possível reduzir os custos e, consequentemente, oferecer uma melhor oferta aos consumidores do País. A ampliação da fábrica da Beiersdorf, que foi concluída no primeiro trimestre e já opera em total capacidade, contou com apoio da InvestSP (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade), que assessorou a companhia em uma série de questões tributárias. “O Brasil é muito estratégico para a Beiersdorf quando falamos da marca NIVEA – somos o segundo mercado mais forte em vendas para a companhia em todo o mundo. Trazer a produção dos hidratantes faciais para o País nos alegra muito, pois além de estarem entre os produtos preferidos dos brasileiros, ainda amplia a nossa participação para o continente”, afirma Christian Goetz, presidente da NIVEA Brasil.



A região de Campinas, onde o município de Itatiba está inserido, é uma das que mais atraem investimentos no Estado de São Paulo. Um dos diferenciais é a questão da logística: além do aeroporto de Viracopos, também é levada em consideração a proximidade da capital e do Rodoanel, que garante fácil acesso a algumas das principais rodovias do país, aos aeroportos de Congonhas e de Guarulhos e ao Porto de Santos. “A comunidade de Itatiba sempre foi muito receptiva com a Beiersdorf e é uma satisfação poder retribuir com um trabalho sólido, modernizando e ampliando nossas instalações, tornando-a cada vez mais eficiente e sustentável e gerando mais empregos para a região”, comenta Juliana Torres, diretora da fábrica da Beiersdorf no Brasil.


Este não é o primeiro projeto da empresa apoiado pela InvestSP. Em 2017, a agência assessorou a Beiersdorf na expansão da mesma fábrica. Na época, a unidade ganhou duas novas linhas para a produção de desodorantes aerossóis com investimento de mais de R$ 300 milhões e a geração de cerca de 60 empregos. “São Paulo concentra 40% das empresas brasileiras do setor higiene e cuidados pessoais, que movimenta mais de R$ 100 bilhões por ano e gera 5,4 milhões de empregos no país, seja na indústria, no varejo, na venda direta ou no salão de beleza. Mais uma vez, a Beiersdorf aposta em São Paulo, contando com a melhor infraestrutura do País. Investimentos como esse são excelentes para o estado, gerando riqueza e novas vagas de trabalho”, diz o presidente da InvestSP, Antonio Imbassahy.


Fonte: INVESTSP



Commentaires


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page