• Brasil 4.0

Colômbia fecha parceria com o SENAI para construção de um Centro de Manufatura Avançada

Parceria prevê a realização de um estudo de viabilidade técnica para criação e execução do projeto. Iniciativa é fruto das ações de compartilhamento de tecnologia e inovação entre os países


A cooperação também promove a competitividade da indústria na Colômbia e no Brasil

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) será responsável pelo estudo de viabilidade técnica para construção de um Centro de Manufatura Avançada em Medellín, na Colômbia. A iniciativa é fruto da cooperação com o Serviço Nacional de Aprendizagem (SENA Colômbia), que desde 2020 tem uma parceria com o SENAI para transferência de tecnologia do programa Indústria Mais Produtiva com a capacitação de consultores com em cadeias de processos industriais, inovações sustentáveis, sistema de produção, tecnologias de manufatura, digitalização e indústria 4.0.


Com o objetivo de estimular o desenvolvimento tecnológico na indústria colombiana, o SENA está contratando o SENAI para a realização desse projeto, que será financiado pelo Bando de Desenvolvimento da América Latina (CAF). Além de oferecer consultoria para a indústria colombiana que busca desenvolver projetos inovadores, garante expertise, apoio científico e acesso internacional a tecnologias.


Essa é uma oportunidade para o Brasil mostrar a outros países que é possível as pequenas e médias empresas investirem em indústria 4.0 com soluções de digitalização da produção, integração dos processos e todas as ferramentas para aumentar o valor de cadeia de produção. A cooperação também promove a competitividade da indústria na Colômbia e no Brasil, por meio da pesquisa aplicada e transferência de tecnologia.


Para o diretor de Operações do SENAI, Gustavo Leal, essa parceria coloca o SENAI como referência internacional em desenvolvimento de pesquisas e soluções inovadoras beneficiando a produtividade da indústria.


“Para nós este projeto é muito importante para fortalecer a relação histórica entre o SENAI e o SENA. Iniciaremos este trabalho buscando identificar com precisão as demandas das indústrias colombianas e trabalharemos em conjunto para identificar as competências técnicas e tecnológicas necessárias a este centro para apoiar as organizações”, ressalta.

Inspiração baiana na Colômbia


O Centro de Manufatura Avançada é inspirado na experiência do SENAI CIMATEC, em Salvador (BA), com infraestrutura e tecnologias de ponta, equipamentos modernos, como laboratórios avançados de manufatura, dinamômetro de motor, compatibilidade eletromagnética, mecânica de precisão, modelagem e encadernação de materiais, materiais poliméricos, centro de referência de logística, planta piloto para montagem de chapas eletrônicas, entre outros.


O CIMATEC é um campus avançado do SENAI que reúne centro de pesquisa aplicada em diversas áreas do conhecimento


Isso permitirá que a Colômbia, por meio do SENA, adote as boas práticas e a experiência do SENAI em relação à dinâmica das relações com o setor produtivo como ponta de lança do desenvolvimento local e nacional nesta área. O diretor geral do SENA, Carlos Mario Estrada Molina, ressalta que o foco é inovação na indústria.


“Este estudo será realizado pelo SENAI do Brasil, um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo que se destaca pela oferta de serviços com foco no aumento da produtividade das empresas. Esperamos os resultados deste diagnóstico para iniciar um piloto no Departamento de Antioquia”, afirmou.

Após resultados do estudo, o próximo passo será a elaboração do plano de negócio para dar início às obras que devem ocorrer em meados de 2022. A previsão é que o Centro de Manufatura Avançada seja um espaço voltado para a promoção da Indústria 4.0 e da Economia Criativa (Economia Naranja) na região de Antioquia. A duração dessa cooperação entre o SENAI e o SENA será de quatro anos, aproximadamente.


Sobre o SENA


O SENA é a instituição pública colombiana de formação profissional, técnica e empreendedora. O SENA oferece formação gratuita por meio de programas técnicos, tecnológicos e complementares voltados ao desenvolvimento econômico, tecnológico e social da Colômbia e que, por isso, possibilitam a realização de atividades produtivas e contribuem para a melhoria da produção e da competitividade das empresas e indústrias colombianas.


A Instituição busca promover o desenvolvimento social e técnico dos trabalhadores colombianos, oferecendo e executando a formação profissional integral para a inserção de seus egressos no mercado de trabalho, além de atividades empreendedoras. Para isso, conta com conjunto de incubadoras e parques tecnológicos, tanto em setores econômicos consolidados quanto emergentes.


Por: Neyfla Garcia

Fonte e imagens: Agência CNI de Notícias

5 visualizações0 comentário
Creating-a-Sustainable-Future-wp-banners160x600.jpg