top of page
  • Foto do escritorBR40

Com o Projeto Automação + Energia Senai Paraná moderniza seus Laboratórios de Pneumática pelo estado

Considerada uma vertical da Automação, a Pneumática é aplicada em todos os segmentos industriais


Referência em formação profissional para a indústria, o Senai Paraná está modernizando seus laboratórios, com o objetivo de aproximar ainda mais seus alunos da realidade em relação ao uso de máquinas e equipamentos encontrados hoje nas indústrias instaladas no estado.


A primeira grande entrega, que faz parte do Projeto Automação + Energia, ocorreu no final do mês de março com a modernização do laboratório de Pneumática da unidade Senai Dr. Celso Charuri, em Curitiba.


As bancadas didáticas, fornecidas com equipamentos industriais para entregar conhecimento técnico alinhado à realidade do mercado, ganharam novos componentes, permitindo a integração e trabalho simultâneo de até seis alunos, além da integração dos sistemas pneumáticos aos CLPs – Controladores Lógico Programáveis, com protocolo de rede industrial para comunicação entre dispositivos por meio de IoT – Internet das Coisas.


Sidinei Rossi, gerente-executivo de Educação no Sistema Fiep, destacou que a entrega desta primeira fase do projeto para a parte de Energias é um marco importante para o Senai Paraná. “Estamos trabalhando na modernização tecnológica dos nossos laboratórios, além da capacitação dos nossos técnicos de ensino, pensando na formação dos nossos alunos. Esse trabalho mostra seu resultado prático com a empregabilidade dos nossos estudantes nas indústrias instaladas em nosso estado”, disse o executivo.


Com investimento de R$ 5 milhões para o ano de 2023 e outros R$ 4.5 milhões para o ano de 2024, o Projeto Automação + Energia contempla a modernização dos Laboratórios de Acionamentos Elétricos Industriais, Laboratórios de Pneumática e Hidráulica e de Controladores Lógico Programáveis (CLPs) do Senai Paraná pelo estado.



A primeira fase do projeto atenderá 34 laboratórios em oito unidades organizadas nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais, Ponta Grossa, Telêmaco Borba, Londrina, Toledo e Cascavel.


“O Senai Paraná sempre obteve destaque nacional por sua qualidade de ensino e temos certeza de que com esta modernização continuaremos a gerar muitos resultados positivos para a sociedade, elevando o nível da formação e colocação profissional dos nossos alunos na indústria”, finalizou o executivo.


Técnicos de Ensino receberam treinamento com multinacional líder no mercado pneumático global


(foto: Gelson Bampi)

Os técnicos de ensino das unidades do Senai Paraná com Laboratórios de Pneumática atendidos pela modernização do Projeto Automação + Energia também participaram de treinamento exclusivo com Ricardo da Silva Moreira, especialista de segmento educacional da SMC Automação do Brasil, multinacional líder no mercado pneumático global, e Marcelo de Alencar Pereira, sócio-diretor da Connect 4 Automation, fornecedora de soluções e equipamentos educacionais voltados para automação pneumática.


O especialista da SMS destacou que todos os equipamentos existentes nas bancas são equipamentos de ponta, utilizados hoje pela indústria. Segundo ele, o desenvolvimento desse projeto está inteiramente focado na solução industrial, possibilitando que o aluno tenha contato com o que existe de mais moderno no setor.


“Estamos falando de treinar pessoas que vão trabalhar em multinacionais e, nesse sentido, o grande diferencial do Senai Paraná está na essência de trazer equipamentos industriais para que os alunos tenham contato direto e cheguem confiantes no campo de trabalho”, disse o especialista que também já atuou na capacitação de auditores do Fundacentro/Ministério do Trabalho para segurança em sistemas pneumáticos.


“Eu vejo com muito bons olhos uma instituição como o Senai Paraná que moderniza seus laboratórios por entender que essa base de conhecimento vai atender às diversas demandas da indústria. Esse tipo de trabalho possibilita fornecer ao aluno diferentes visões, em diversos níveis de conhecimento, seja na aprendizagem, nível técnico ou graduação, necessários para se tornar um profissional da indústria”, destacou Pereira.


Modernização possibilita formação alinhada às reais necessidades da indústria


Técnicos de ensino do Senai Paraná participam de treinamento nas novas bancadas pneumáticas na unidade Dr. Celso Charuri, em Curitiba (foto: Gelson Bampi)


“Esse é um conhecimento com foco na formação industrial, para que os nossos alunos consigam visualizar o conhecimento técnico aplicado à indústria, com equipamentos e tecnologias utilizados no setor”, disse Ítalo de Melo Borges, técnico de ensino na unidade CIC do Senai Paraná na área da Eletrotécnica.


“Nesse tipo de laboratório os nossos alunos, desde a aprendizagem e curso técnico, até o curso superior, podem trabalhar a aplicação da força para gerar movimento, visualizando o resultado prático do objetivo desejado pela indústria”, acrescentou o professor que ministra a disciplina de eletropneumática nos Cursos Técnicos de Mecatrônica e Eletrotécnica.



Antônio Marcos, técnico de ensino para Qualificação e Aprendizagem na área Metalmecânica na unidade do Senai em Londrina destacou a atualização das bancadas com a tecnologia do CLP como um grande diferencial para a formação dos alunos. “Além de executarem tarefas em pneumática e eletropneumática, os alunos ainda terão a oportunidade de trabalhar com a programação do CLP, que é algo muito importante na área da Automação”.


Para a técnica de ensino Raquel dos Santos Fernandes, que ministra as disciplinas de Mecatrônica, Automação e Controle e Acionamentos, e CLP na unidade Senai Dr. Celso Charuri, em Curitiba, essa modernização está muito alinhada aos objetivos da Indústria 4.0.


“Hoje a indústria 4.0 exige a comunicação entre sistemas e a modernização das bancadas do laboratório, com novos equipamentos, vem ao encontro dessa necessidade. Esses conhecimentos são a base para que os nossos alunos tenham um bom desempenho dentro da indústria. Quando se depararem com situações envolvendo esse tipo de tecnologias, eles estarão aptos para identificar, manusear e compreender o que está sendo proposto dentro do processo industrial”.


Vertical da Automação, a Pneumática está presente em todos os segmentos industriais


Modernização dos Laboratórios também está alinhada às demandas de formação profissional para a Indústria 4.0. Na foto, técnicos de ensino do Senai Paraná participam de treinamento nas novas bancadas pneumáticas na unidade Dr. Celso Charuri, em Curitiba (foto: Gelson Bampi)


A pneumática é uma disciplina transversal, considerada uma vertical da automação e está presente em todos os segmentos industriais, desde uma fábrica de doces até uma fábrica de aviões.


Na automação, para se conseguir um movimento na indústria, existem três soluções: a hidráulica, a elétrica e a pneumática e elas não são áreas concorrentes; o que determina o uso é a aplicação para a necessidade desejada. Se a indústria precisa de controle e precisão, escolhe-se o movimento elétrico, como os empregados nos robôs. Se a necessidade é força, como levantar um navio, por exemplo, usa-se a hidráulica, mas se a necessidade é velocidade aplica-se a pneumática.


“Tudo está relacionado com a necessidade de automatização de dispositivos e de máquinas para a construção de ferramentais e de outros tipos de equipamentos. A pneumática é uma vertical da automação e tem uma relação custo-benefício, em termos de produtividade e aquisição, muito acessível para a indústria, por isso ela está presente em todos os ramos, como alimentício, farmacêutico, químico, metalmecânica e muitos outros”, explica Pereira.


Uma outra característica da Pneumática é a simplicidade da construção dos elementos e é por isso que das três tecnologias da automação, ela é a mais popular e empregada em todos os segmentos industriais.



“É por isso que o aluno que consegue adquirir sólidos conhecimentos e habilidades em automação pneumática está habilitado para trabalhar em qualquer segmento industrial, porque todos os segmentos industriais usam pneumática; de uma mina de aço a um fabricante de automóvel”, finalizou o especialista da multinacional líder no mercado pneumático global, parceiro da iniciativa.


Fonte e image: Agência Sistema FIEP

160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page