Como a tecnologia potencializa o Compliance?

Conduzir uma empresa rumo à prosperidade é uma missão árdua. Em meio a legislações complexas, se perder diante de tantas regras se torna um perigo comum visto no mercado – trazendo severos danos reputacionais e financeiros. Nesse cenário, os investimentos tecnológicos em um programa de Compliance estão ganhando cada vez mais adeptos, auxiliando não apenas nesse cumprimento legal, como também em uma maior segurança de dados em prol de um crescimento próspero e potencializado.


Responsável pela criação de mecanismos que tragam consonância da organização com as conformidades legais e regulatórias, o Compliance é uma ferramenta poderosa no esclarecimento das políticas internas e externas, mitigando e monitorando riscos e, principalmente, garantindo o bom funcionamento da empresa, visando a preservação de sua reputação e integridade.


Considerada como uma das áreas mais estratégicas, a demanda por profissionais do ramo cresceu significativamente nos últimos anos, diante da sanção de leis mais rígidas em combate a fraudes no mercado, como a Lei Anticorrupção. Não à toa, dados do IBGE mostram que cerca de 80% das empresas nacionais possuem times voltados à essa missão. Com os enormes avanços tecnológicos no setor, seu trabalho foi imensamente favorecido, por meio de ferramentas que trazem uma maior agilidade, eficiência e assertividade na conformidade legal.


Um programa de Compliance pautado na tecnologia traz um ganho imenso na otimização de tempo e economia de recursos financeiros – uma vez que automatizam diversas tarefas manuais repetitivas para que os gestores possam focar suas estratégias em ações mais importantes para o crescimento do negócio. Com um maior foco na interação com os colaboradores e parceiros, campanhas de engajamento e envolvimento constante da alta direção, se torna muito mais prático gerenciar uma companhia em conformidade com as políticas internas e legislações vigentes.


Ainda, o uso de sistemas modernos e completos no Compliance traz uma maior segurança de dados para a gestão empresarial, de forma que possam ser utilizados com mais assertividade para a tomada de decisões estratégicas. A centralização dos processos é um dos pontos mais favorecidos com este investimento, com maior objetividade e precisão das informações internas.


Muitas auditorias, inclusive, valorizam empresas que se dedicam a construir um programa de Compliance robusto, de forma que mostre a força dos processos implementados com clareza. Quando não priorizada, por outro lado, apenas elevará os riscos de erros operacionais, bem como impedir a conquista dos resultados esperados pelo mercado.


Como estímulo a essa maior participação perante cada vez mais empresas, certas leis trazem benefícios àquelas que dedicarem investimentos na adoção de programas de Compliance. Dentre elas, está a própria Lei Anticorrupção, a qual prevê uma redução de até 4% na multa de companhias que tiverem um programa de integridade adequado.


Mesmo diante de vantagens inegáveis, grandes problemas ainda são enfrentados por aquelas que iniciam esta busca, especialmente, no envolvimento de todos os membros da empresa nessa implementação. Afinal, transformar toda a cultura interna e levar tais mudanças aos times não é fácil, principalmente fazendo com que essas novas ideias reflitam nas escolhas e ações do dia a dia de cada profissional.


Ao investir em um programa de Compliance tecnológico, é essencial que os gestores mantenham uma comunicação e engajamento próximo com todos, visando transformá-lo em algo mais leve, intuitivo e lúdico. Em muitos treinamentos, por exemplo, é possível transmitir o conteúdo desejado por meio de animações, recursos multimídias e muitas outras ações atrativas que auxiliem na absorção do propósito.


Para garantir a máxima assertividade, a implementação do Compliance exige um acompanhamento constante sobre seu andamento. O monitoramento do projeto é um de seus grandes pilares, analisando os dados recolhidos e fazendo as mudanças necessárias para otimizá-lo cada vez mais. Quando utilizada a seu favor, a tecnologia se tornará uma poderosa aliada do programa de Compliance, contribuindo para que a empresa tenha dado reais para impulsionar verdadeiras mudanças para seu crescimento no mercado.


Por Marcelo Erthal, CEO do ClickCompliance.

Fonte e imagem: InforChannel

Simulação Engenharia 160x600.png