top of page
  • Foto do escritorBR40

Conectando a logística do futuro: como a rede 5G está mudando o jogo

Há uma série de debates e especulações sobre a implementação da rede 5G no Brasil e os seus benefícios. Isso porque a nova rede móvel permite maior conexão, baixa latência e alta velocidade na condução dos Dados, ou seja, uma extensa cobertura e maior conectividade em todo o território nacional – ao menos essa é a previsão. Nesse contexto, muitos segmentos da economia serão impactados positivamente, como é o caso do setor logístico.


Analisando toda a cadeia logística, desde o item dentro do armazém até a entrega no destino final, podemos observar em diversos pontos o quanto a rede 5G melhora em velocidade, conexão, rastreio e transparência das informações.


Um exemplo são armazéns e centros de distribuição que trabalham com dispositivos móveis, tecnologia IoT (Internet das Coisas) e etiquetas RFID para ter seu estoque e a carga monitorada de forma efetiva. Sem falar na tecnologia WMS (Warehouse Management System), que gere as principais rotinas da operação por meio de aplicativos em celulares, tablets ou coletores de Dados e, também, se beneficiará muito dos ganhos do 5G. Com uma conexão mais estável e rápida, o processo de leitura dos itens e acompanhamento da movimentação será mais otimizado e ágil.


A ampla conectividade também beneficia o uso de YMS (Yard Management System), que ajuda o gerenciamento de pátios, como operações de carga, descarga, controle de acesso de veículos e pessoas, fluxo de matérias-primas, produtos e mercadorias; e de soluções de Checklist, para a conferência de documentos, checagem dos veículos e, também, das cargas – que normalmente são realizados no pátio e exigem aplicativos mobile –, gerando maior produtividade para as operações rotineiras.


Agora, em relação ao transporte, podemos observar outra série de benefícios e melhorias proporcionadas pela conectividade e capilaridade da rede 5G. Isso porque os aplicativos de rastreio e controle de cargas, normalmente instalados nos veículos, ganharão maior alcance e estabilidade. Dessa forma, as empresas poderão planejar a expansão de suas atividades para localidades que hoje não são exploradas pela falta de conexão e segurança pela falta de rastreio.



Aplicativos de otimização de rotas e GPS também ganham com a nova conexão, podendo ser usados em todo o território nacional. Além de um planejamento de rotas otimizado, a rede 5G proporciona uma alta capacidade de rastreio, reforçando a segurança e transparência sobre a localização dos itens. Ou seja, há benefício não só para as empresas, que conseguem ter essa visão e uma precisão sobre o tempo/local da entrega, mas também para os clientes, que também ganham transparência no acompanhamento do produto.


De maneira geral, a Transformação Digital no setor logístico deve ser amplamente impulsionada pela rede 5G. O Índice de Produtividade Tecnológica (IPT) de Logística, pesquisa realizada pela Totvs em parceria com a H2R Pesquisas Avançadas, analisou a internalização e a produtividade tecnológica das empresas do setor e constatou que há um cenário de baixa internalização e aproveitamento tecnológico nas operações logísticas, tendo o setor registrado uma média de 0,38 pontos – em uma escala de 0 a 1. O atual cenário de evolução da conectividade móvel é a oportunidade que as empresas, sejam embarcadores ou prestadores de serviços logísticos, têm para investir na digitalização e em soluções que incrementem a atuação e a competitividade no setor.


Fato é que o mercado de tecnologia está cada vez mais desenvolvido e robusto, preparado para atender as demandas do setor logístico, que cresceram bastante nos últimos anos. Paralelo a isso, a rede móvel 5G traz benefícios e apoia a digitalização de todos os setores, empresas e da própria população de forma geral. É fundamental que a cadeia logística se prepare e se estruture para corresponder a esse novo patamar de conexão e de demandas – que certamente virão.


Por Angela Gheller, diretora de produtos de Logística da Totvs.

Fonte e imagem: InforChannel



Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page