• Brasil 4.0

Crescem as oportunidades de carreira na indústria para jovens

A indústria é um dos pilares econômicos do Paraná e conta com grandes oportunidades de carreira para jovens que estão descobrindo o mercado de trabalho. “5 em cada 10 indústrias enfrentam a falta de trabalhadores qualificados. Em constante mudança, a indústria requer inovação o tempo todo. Por isso, os profissionais precisam estar à altura dessa exigência. Como Sistema Fiep, temos o compromisso de apoiar a formação de profissionais qualificados, que promova mais produtividade e competitividade no país”, afirma Fabiane Franciscone, Gerente de Educação do Sistema Fiep.


O Colégio Sesi da Indústria é um dos exemplos de uma formação que, desde cedo, está alinhada com as demandas da indústria e aproxima os estudantes do mercado de trabalho. “Os jovens têm muitas dúvidas sobre seu futuro profissional e querem explorar suas habilidades, saber qual pode ser seu futuro no mercado de trabalho. Nossa metodologia traz várias oportunidades para os estudantes trabalharem e estudarem, baseado nos desafios reais da indústria. Oferecemos módulos com foco nas oportunidades do mercado de trabalho, aproximação com RH das indústrias brasileiras e de cursar, ao mesmo tempo, um curso no Senai”, conta Fabiane.


Guilherme de Paula Duarte é egresso do Colégio Sesi e atualmente trabalha na Bosch. Para ele, a indústria sempre foi uma possibilidade de carreira, uma vez que seus pais trabalham no setor. Mas, foi com o apoio do Colégio Sesi que conseguiu começar sua carreira. “Fui criado pelos meus pais, que desde sempre trabalharam na indústria. Então, sempre fui estimulado a seguir o mesmo rumo. Quando finalizei o ensino fundamental, tive a oportunidade de ingressar no Colégio Sesi pelo projeto Jovens em Ação, como bolsista integral. Foram os 3 anos mais desafiadores da minha vida. No primeiro ano, tive que me adaptar ao mundo totalmente diferente do Sesi: as apresentações, provas, testes e simulados, sempre estimulando o aluno não somente para a indústria, mas também para o Enem. No segundo ano, iniciei Senai e Bosch ao mesmo tempo, no curso de aprendizagem industrial”, conta.



Guilherme se formou em 2017 no Colégio Sesi e no Senai. Já em 2020, começou sua faculdade de engenharia mecânica e pretende continuar crescendo e atuando no setor industrial.


Já Alessandra Filipaki, colaboradora da indústria Polionda, conta como o Colégio Sesi atua na formação de seu filho. Como trabalhadora da indústria, ela reconhece a importância da integração da educação básica do Colégio Sesi com a indústria. “O ensino alavanca novos empreendedores, que transformam conceitos da antiga indústria e promovem inovação, visualizando as tecnologias possíveis para implantarem nas indústrias”, afirma. Alessandra vê a evolução de seu filho com o ensino. “A metodologia do Colégio Sesi é excelente para a evolução do indivíduo como um todo. O aluno aprende a trabalhar sozinho e ser autodidata além de trabalhar em equipe, o que é essencial com a exigência do mercado profissional”, esclarece.


SOBRE O COLÉGIO SESI DA INDÚSTRIA


Fundamentado em metodologias de ensino inovadoras, o Colégio Sesi da Indústria conta com Oficinas de Aprendizagem que possibilitam a imersão do aluno em desafios reais, desenvolvendo habilidades como autonomia, criatividade e trabalho em equipe.


Entre as atividades voltadas ao aperfeiçoamento e progresso dos estudantes, estão a oficina Fabricando o Futuro (uma vivência nos desafios da indústria, com visitas de representantes das empresas para bate-papos com alunos); palestras com profissionais da indústria (que abordam diversos temas, como indústria 4.0, mulheres na indústria, IoT e IA e transformação digital); e Oficinas Tecnológicas, na qual desenvolvem competências para inserção no mercado de trabalho, com simulação de processos industriais.


Para mais informações, acesse www.colegiosesi.com.br


Fonte: Agência Sistema FIEP

10 visualizações0 comentário