• Brasil 4.0

Desenvolvimento industrial, científico e tecnológico em discussão na CNI

Quarto da série de cinco seminários realizados em comemoração aos 200 anos de Independência reunirá especialistas para debaterem os caminhos para uma estratégia nacional de inovação


A Confederação Nacional da Indústria (CNI) promove, nesta quarta-feira (11) das 10h às 12h, o seminário Desenvolvimento Industrial, Científico e Tecnológico, na sede da instituição em Brasília, com transmissão pelo YouTube da CNI. O evento é o quarto de um ciclo de cinco debates, com o tema geral 200 Anos de Independência – A indústria e o futuro do Brasil. O projeto aproveitou o simbolismo do Bicentenário da Independência, celebrado neste ano, para estimular o debate sobre os avanços ocorridos no país ao longo dos últimos dois séculos e as perspectivas para as próximas décadas, em diversas áreas.


O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, fará a abertura. Na sequência, participam do debate:

  • Armando Monteiro Neto: Ex-senador e conselheiro emérito da CNI

  • Dan Ioschpe: Empresário e presidente do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI)

  • Ana Cristina Costa: Economista e coordenadora de Estratégia Industrial e Desenvolvimento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

  • Carlos Pacheco: Diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)


A série 200 Anos de Independência

O primeiro evento ocorreu em 6 de abril, com o tema Evolução Política e palestra magna do ex-presidente da República Michel Temer. O segundo, realizado em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) debateu caminhos para Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade. Em 4 de maio, o debate foi sobre Desenvolvimento Social. E o último seminário da série ocorrerá em 1º de junho, sobre Educação e Cidadania.


“O Bicentenário da Independência é um momento muito significativo, pois foi a partir de 1822 que nosso país começou a existir como nação livre e soberana. A indústria não poderia ficar de fora dessa celebração, uma vez que, ao longo deste período, desempenhou papel fundamental para o desenvolvimento econômico e social do Brasil”, afirma o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade.


O presidente da CNI lembra que esse processo vai desde as pequenas fábricas, que imigrantes instalaram no interior de São Paulo, ainda no período imperial, passando pelo novo ciclo de industrialização ocorrido a partir de 1950 – sobretudo com a expansão dos setores de energia e transporte e a implantação da indústria automobilística no país – até os dias atuais, quando o Brasil passou a ter um dos maiores e maiores modernos parques industriais do mundo.


Tema e data do próximo e último debate

1º de junho

Tema: Educação e Cidadania

Horário: 10h às 12h

Local: Estúdio da CNI em Brasília


Fonte e imagem: CNI - Agência de Notícias da Indústria



31 visualizações0 comentário
Creating-a-Sustainable-Future-wp-banners160x600.jpg