• Brasil 4.0

Embrapa lança quatro tecnologias e um curso à distância no Show Rural

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, apresentará no Show Rural Coopavel, a ser realizado de 07 a 11 de fevereiro, em Cascavel (PR), suas principais inovações e lançará duas cultivares de soja (BRS 546 e BRS 559RR), duas cultivares de feijão (BRS FC310 e BRS FS311) e um curso de educação à distância (EAD) que trará uma introdução às estratégias de produção de materiais de plantio de mandioca. Os lançamentos e as novidades da Embrapa serão demonstrados em três espaços distintos: na Casa da Embrapa, na Vitrine de Tecnologias e na Vitrine Tecnológica de Agroecologia "Vilson Nilson Redel". As soluções tecnológicas a serem demonstradas trazem incrementos para diferentes segmentos, como: produção animal, genética, sistemas de produção sustentáveis de grãos, entre outros. Além desses espaços, a Embrapa também estará presente no Show Rural Digital, com palestras e interação com os parceiros e startups.


Foto: André Prando

A Embrapa estará presente no Show Rural, por meio de 11 unidades de pesquisa e da Secretaria de Inovação de Negócios. Confira as unidades presentes no Show Rural: Embrapa Arroz e Feijão, Embrapa Cerrados, Embrapa Gado de Corte, Embrapa Mandioca e Fruticultura, Embrapa Milho e Sorgo, Embrapa Pantanal, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Embrapa Clima Temperado, Embrapa Suínos e Aves, Embrapa Soja e Embrapa Trigo.


Lançamento de soja: BRS 546 - A BRS 546 é uma soja convencional altamente produtiva e que permite a semeadura antecipada, viabilizando sua inserção no sistema de sucessão e/ou rotação com outras culturas. Com relação à sanidade, esta cultivar apresenta resistência às principais doenças da soja. Destaca-se pela resistência aos nematoides de galhas (Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica), que trazem prejuízos econômicos nas áreas atingidas pelo problema. A BRS 546 pertence ao grupo de maturidade 6.0 e pode ser semeada em Goiás (RECs 301, 303, 401), Mato Grosso do Sul (RECs 204 e 301), Minas Gerais (RECs 301 e 303), Paraná (RECs 102,103, 201, 202, 204), Rio Grande do Sul (RECs 102) e Santa Catarina (RECs 102, 103).


Lançamento de soja: BRS 559RR - A BRS 559RR é uma soja transgênica RR, com tolerância ao glifosato, portanto, pode ser usada como refúgio em áreas de soja Intacta. Associado a essa característica, apresenta excelente potencial produtivo e estabilidade de produção no Paraná (RECs 102, 103, 201). Por ser precoce, do grupo de maturidade relativa 5.9, e poder ser semeada antecipadamente, possibilita a sua inserção no sistema de rotação e/ou sucessão com outras culturas. Também possui ampla janela de semeadura, trazendo maior flexibilidade ao planejamento dos produtores. Destaca-se ainda pela resistência às principais doenças da soja, como por exemplo, resistência à podridão radicular de phytophthora (Phytophthora sojae).


Lançamento de feijão: BRS FC310 - A BRS FC310 é uma cultivar de feijão comum, com grãos do tipo carioca, ciclo semiprecoce (75-84 dias), excelente arquitetura e resistência moderada às bacterioses importantes à cultura do feijoeiro. A cultivar BRS FC310 apresenta um potencial de produtividade de 3500 kg/ha. Suas características tornam essa cultivar uma opção aos produtores de feijão, em especial para o cultivo na safra e safrinha da Região Centro-sul do Brasil. É recomendada para cultivo em 19 estados brasileiros.



Lançamento – feijão BRS FS311 - A BRS FS311 é uma cultivar de feijoeiro-comum do grupo rajado com alto potencial produtivo e grãos graúdos. Apresenta ainda ciclo semiprecoce, moderada resistência à antracnose e ao fusarium oxysporum e arquitetura ereta, que confere possibilidade de colheita mecânica direta. A cultivar BRS FS311 apresenta potencial de produtividade de 3493 kg/ha. Com base no seu desempenho, a cultivar BRS FS311 é indicada para semeadura em 11 estados: em Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Bahia e Espírito Santo na época de cultivo das águas e inverno; e nos Estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul nas épocas de cultivo das águas e seca.


Lançamento de EAD de produção de materiais de plantio de mandioca - Com carga horária de 30 horas, o EAD Introdução às estratégias de produção de materiais de plantio de mandioca – Reniva (Rede de multiplicação e transferência de manivas-semente de mandioca com qualidade genética e fitossanitária) será disponibilizado na plataforma de cursos à distância da Embrapa (e-Campo). O curso divide-se em quatro módulos e trata dos seguintes temas: produção de materiais de plantio de mandioca; alternativas técnicas de multiplicação de material de plantio; sanidade e manejo agronômico na cultura; e estruturação e registros da Rede Reniva. Ao final do curso, os participantes deverão compreender os princípios norteadores da Rede Reniva necessários para produzir materiais de plantio de mandioca em larga escala, livres de pragas e doenças e com comprovada identidade genética, verificando seu potencial como agentes da rede.


Cultivares de soja – Além dos dois lançamentos da Embrapa Soja, estarão sendo demonstradas na Vitrine de Tecnologias, no Show Rural, 13 cultivares de soja: BRS 511, BRS 523, BRS 539, BRS 5601RR, BRS 5804RR, BRS 388RR, BRS 543RR, BRS 544RR, BRS 399RR e BRS 1054IPRO, BRS 1061 IPRO, BRS 1003IPRO e BRS 1057IPRO. A Embrapa Trigo, em parceria com a Embrapa Soja, conduz o programa de melhoramento de soja na região fria do Brasil (RS, SC e centro sul do PR) direcionado atualmente para atender a demanda dos produtores por cultivares transgênicas capazes de somar características como potencial produtivo, hábito de crescimento indeterminado e sanidade.


Cultivares de feijão - Além dos dois lançamentos, a Embrapa Arroz e Feijão irá demonstrar na Vitrine de Tecnologias da Embrapa, no Show Rural, três cultivares do grupo preto (BRS FP403, BRS Esteio, BRS Esplendor), quatro cultivares do grupo carioca (BRS FC104, BRS FC 402, BRS Estilo, BRSMG UAI) e quatro cultivares com grãos especiais (BRS Ártico, BRS Embaixador, BRSMG Realce, BRS FS305).


Cultivares de mandioca - A Embrapa Mandioca e Fruticultura apresenta na Vitrine de Tecnologias do Show Rural três cultivares de mandioca, a BRS CS01, cultivar de mandioca para a indústria, a BRS 399 mandioca de mesa e BRS 420, também indicada para a indústria.


Trichoderma para controle biológico de Fusarium da bananeira – A Embrapa Mandioca e Fruticultura têm obtido resultados promissores com o fungo Trichoderma asperellum no controle de outro microrganismo do mesmo reino, o Fusarium oxysporum f.sp. cubense (Foc), causador da murcha de Fusarium, uma das piores doenças da bananeira. O uso de inimigos naturais no combater a doenças de plantas faz parte de uma estratégia sustentável, bem consolidada no Brasil, conhecida como controle biológico. A prática será demonstrada na Casa da Embrapa.


EAD Irrigação da bananeira – Serão apresentados os dois cursos sobre o tema lançados pela Embrapa Mandioca e Fruticultura na plataforma e-Campo: “Métodos e sistemas de irrigação para bananeira” e “Irrigação da bananeira: necessidade hídrica da cultura”. As capacitações destinam-se, especialmente, a técnicos agropecuários e produtores rurais de todos os estados do Brasil, que recebem informações atualizadas sobre a irrigação da bananeira, cultura altamente exigente em água.


Soja Baixo Carbono, bioinsumos e tecnologia Block – A Embrapa Soja também irá apresentar, na Casa da Embrapa, temas que impactam a cadeia produtiva da soja como: tecnologias para produção de Soja Baixo Carbono, o potencial do uso dos bioinsumos na agricultura e os benefícios das cultivares com tecnologia Block para manejo de percevejos na soja.


Sistema Antecipe – A Embrapa Milho e Sorgo e a Embrapa Soja irão apresentar o potencial do sistema Antecipe, desenvolvido pela Embrapa Milho e Sorgo. O Antecipe é um sistema inédito de produção de grãos incrementará a produção da soja e do milho safrinha, a partir de um método de cultivo intercalar que possibilita a redução dos riscos causados pelas incertezas do clima durante a segunda safra. A tecnologia é composta por três pilares: um sistema inédito de produção de grãos, uma semeadora-adubadora exclusiva e um aplicativo para auxiliar o produtor a tomar as melhores decisões.


Sistema de plantio de mandioca em fileira dupla - O sistema será demonstrado na Vitrine Tecnológica de Agroecologia "Vilson Nilson Redel" pela Embrapa Mandioca e Fruticultura. O plantio da mandioca em fileiras duplas tem com vantagem proporcionar renda com a cultura intercalar e há benefícios para a cultura principal, já que impede o surgimento de plantas infestantes e erosão do solo enquanto a mandioca não cobre a área. Esse sistema pode ser utilizado tanto com mandioca de mesa quanto para a indústria.


Biosseguridade em granjas e suínos - No “Espaço da Biosseguridade” serão apresentadas as principais orientações e informações para manter as granjas protegidas de patógenos que afetam a sanidade dos rebanhos. Pesquisadores são categóricos ao afirmar que a biosseguridade tem papel fundamental na proteção de rebanhos, granjas e propriedades rurais porque evita a entrada e disseminação de agentes infecciosos e que trazem prejuízos enormes, sejam de ordem de saúde animal, seja econômico.


Confira mais informações: www.embrapa.br/showrural

Fonte: EMBRAPA

24 visualizações0 comentário
Simulação Engenharia 160x600.png