• Brasil 4.0

EMBRAPII investe em inovação do setor Eletroeletrônico

Na Semana da Indústria, EMBRAPII reforça a importância de inovar para aumentar a competitividade das empresas nacionais


A indústria eletroeletrônica tem forte impacto na economia, geração de renda e emprego para o país. No último ano, o faturamento atingiu R$ 173,2 bilhões, apontando crescimento nominal de 13% em relação ao realizado em 2019, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Para que as empresas possam aprimorar o processo produtivo com tecnologias digitais e desenvolvam produtos eletroeletrônicos inovadores, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) investe recursos não reembolsáveis e coloca à disposição da indústria pesquisadores de sua rede de inovação, formada por 64 Unidades EMBRAPII.


Em seis anos, são 572 projetos que envolvem Tecnologias da Informação e Comunicação como um todo (IoT, Hardware, IA, Integração de Sistemas), atendendo a demanda de 463 empresas dos mais diversos setores industriais, atingindo o total de R$ 680,7 milhões em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). Para se aproximar ainda mais de empresas do setor eletroeletrônico, a EMBRAPII mantém um acordo estratégico com a Abinee. A proposta é criar um ambiente de pesquisa e estimular o desenvolvimento, estreitando a relação entre as Unidades EMBRAPII e as associadas.


A EMBRAPII também coordena o Programa Prioritário (PPI) em IoT/Manufatura 4.0 e o Hardware BR, mecanismos que direcionam recursos de empresas beneficiadas pela Lei de Informática (Lei nº 8.248/1991) para o desenvolvimento de atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) no País. Com os recursos foram criadas as redes de inovação em Inteligência Artificial e em Transformação de Digital, que oferecessem um ecossistema de inovação compartilhado e incentivam o desenvolvimento de projetos disruptivos e a construção de consórcios para desenvolver novas rotas tecnológicas e projetos disruptivos.


Conheça alguns projetos EMBRAPII no setor eletroeletrônico


Sensor de invasão


O aparelho, idealizado pela empresa Alfa Sense e desenvolvido pela Unidade EMBRAPII – CPqD, oferece segurança de perímetros e detecta, através de fibra óptica que atua como sensores de vibração ultrassensíveis, diferentes tipos de ameaças, ou seja, a cada toque na área monitorada o sistema interpreta o que pode ser uma invasão para emitir alertas em tempo real. Todas as formas de intrusão podem ser identificadas, seja por meio de tentativa de escalada, corte no alambrado, quebra do muro, corte da fibra, escavação, túneis ou outras artimanhas utilizadas pelos criminosos.



A tecnologia também pode funcionar em conjunto com outras soluções voltadas à proteção perimetral – como câmeras, sirenes, centrais e painéis de alarme e softwares de terceiros, o que representa um diferencial em relação a outros sistemas disponíveis no mercado. A instalação é simples e de baixo custo, uma vez que não requer infraestrutura em campo e ainda apresenta a vantagem de não gerar alarmes falsos. No caso de uma ameaça, é possível programar ações como, por exemplo, acender holofotes, emitir sinais sonoros ou direcionar câmeras para o local, entre outras funcionalidades.


Snap de TV Digital para celular


O Moto Power Pack & TV Digital, primeiro módulo snap 100% desenvolvido e fabricado no Brasil, também foi uma parceria com a EMBRAPII no início de suas operações. O projeto da Motorola foi conduzido durante nove meses por uma equipe de pesquisadores da Unidade EMBRAPII – Eldorado, desde a concepção em si, criação de protótipos, testes e validações, até o produto final. O snap vem com uma bateria de 2.800 mAh para carregar o smartphone e é compatível com Moto Z, Moto Z Play, Moto Z2 Play e Moto Z2 Force. Após encaixá-lo na traseira, o usuário precisa instalar um app e, assim, poderá sintonizar TV aberta no seu aparelho.


Fonte e imagens: EMBRAPII



11 visualizações0 comentário