• Brasil 4.0

Estudo revela que cada falha em equipamento representa perda para PMEs

A Tractian, startup de soluções para a manutenção industrial criada em 2019 em São Paulo (SP) e que já captou mais de R$ 5 milhões de investimentos de fundos americanos, realizou um estudo que revela que, de maneira geral, cada falha de equipamento gera perda de receita de R$ 84 mil por hora. O levantamento foi realizado junto a 20 empresas de segmentos como manutenção e facilities, com apoio da Revista Manutenção.


Para apoiar as empresas na diminuição destas falhas operacionais e evitar perda de receita, a Tractian desenvolveu uma solução para prever antecipadamente o momento em que um equipamento industrial pode apresentar uma falha, por meio de um dispositivo que utiliza a inteligência artificial para analisar vibrações e alertar gestores de manutenção sobre os eventuais riscos.


“Todos os empresários têm chances de incorporar soluções para ‘escutar’ a condição das máquinas e prever eventuais falhas. A solução está ao alcance de todos os perfis de empresas e, em muitos casos, o investimento para contar com a tecnologia chega a ser inexpressivo frente ao risco de interromper uma linha produção ou prejudicar a execução de um serviço”, afirma Gabriel Lameirinhas, um dos fundadores da Tractian.


“Ao desenvolver esta solução, estamos democratizando a manutenção preventiva de maneira ágil e eficaz. Ao ‘ouvir’ as máquinas, conseguimos prever falhas e, com isso, atenuar perdas. E quando falamos especificamente no universo de pequenas e médias empresas, reduzir riscos e otimizar processos se torna ainda mais vital”, explica Igor Marinelli, outro fundador e sócio da empresa.


A Tractian possui hoje uma carteira com mais de 30 clientes industriais, como Ambev, Embraer, Suzano e Shopping Morumbi. Atualmente, a companhia já conta com mais de 600 sensores instalados em empresas de diferentes segmentos, como hospitais, shopping centers, indústrias do agronegócio, de maquinário, bebidas, entre outros.


Os dados gerados pela tecnologia são captados, interpretados por meio de inteligência artificial e exibidos em uma plataforma, o que permite mensurar, inclusive, o tempo restante de operação da máquina antes da possível falha, permitindo que a área de manutenção possa tomar medidas para evitar a interrupção da operação do equipamento.


Fonte e imagens: Startupi

32 visualizações1 comentário
Creating-a-Sustainable-Future-wp-banners160x600.jpg