top of page
  • Foto do escritorBR40

Finep reúne especialistas para discutir futuro do agronegócio brasileiro

Um dos maiores protagonistas no cenário internacional do agronegócio, o Brasil ainda possui muitos desafios no setor, principalmente relacionados ao contexto ambiental e à modernização tecnológica necessária aos pequenos produtores. Pensando nisso, o presidente da Finep, Celso Pansera, reuniu alguns dos principais especialistas no setor para debater o futuro da agropecuária brasileira. “A Finep é um elo fundamental da ciência e tecnologia, capaz de reunir de forma sinérgica atores para discutir os rumos do agronegócio brasileiro”, disse Silvia Massruha, presidente da Embrapa.


Além de Silvia, estiveram presentes na reunião os membros da Comissão de C&T na Agricultura: Silvio Crestana, ex-presidente da Embrapa; Ana Célia Castro, diretora da Escola Brasileira de Altos Estudos da UFRJ; Luís Carlos Guedes Pinto, ex-ministro da Agricultura; e Pedro Camargo Neto, produtor rural e ex-secretário de Produção e Comércio do Ministério da Agricultura.


Identificar as agendas de futuro e as grandes missões para o agronegócio brasileiro são algumas das preocupações da Comissão no momento, contou a pesquisadora Ana Célia Castro. “Foi uma reunião estruturante e estratégica, em que debatemos alternativas possíveis para o setor, que vão além das estratégias de financiamento”, completou o ex-presidente da Embrapa, Silvio Crestana.


“A Finep mostrou que está comprometida com a realidade do agronegócio brasileiro e seus desafios e tem condições de atuar como indutora desse processo de transformação”, afirmou o ex-ministro da Agricultura, Luis Carlos Guedes Pinto. “Um dos nossos desafios é viabilizar o apoio tecnológico ao pequeno produtor, que responde por boa parte do consumo interno”, contou o ex-presidente da Finep e atual assessor da Presidência, Wanderley de Souza.


A inserção do agronegócio ao contexto ambiental e o investimento na agricultura tropical foram outros temas levantados na reunião.



“A reunião com a Comissão, que tem a preocupação estratégica de pensar o agronegócio brasileiro nas próximas décadas, trouxe algumas preocupações e ideias sobre o que a Finep tem que fazer a curto prazo para contribuir”, completou o presidente Celso Pansera.


Estiveram presentes, contribuindo com as discussões, o chefe de Gabinete da Finep, Fernando Peregrino e os superintendentes das Áreas de Infraestrutura, Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico, de Risco e de Inovação da Finep, Ricardo Rosa, Marcelo Camargo, Marcus Alvarenga e Rodrigo Secioso.


Fonte e imagem: FINEP

Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page