• Brasil 4.0

Fintech do agronegócio que ajuda produtores rurais e contadores recebe aporte

A Essent Agro conseguiu captar R$ 700 mil em uma rodada de investimento que durou apenas 7 horas pela CapTable, plataforma de investimentos. A oferta da fintech do agronegócio, criada para auxiliar produtores rurais e contadores a terem mais organização, tempo, transparência, controle e planejamento, despertou interesse de 258 investidores que se tornaram sócios da startup com cotas a partir de R$ 800,00.



Funcionalidade e automatização


A Essent Agro surgiu para simplificar a vida de produtores rurais e contadores que possuem obrigações com a receita federal. A plataforma ajuda a organizar e guardar seus documentos fiscais, calculando inclusive o imposto de renda.


O cliente da fintech precisa apenas alimentar o aplicativo com alguns dados e aguardar a emissão dos documentos fiscais, que é feita de forma automatizada. Com isso, o cliente tem a otimização de seu tempo, a organização documental, um maior controle financeiro, além de conseguir fazer um planejamento tributário.


Produtores rurais e contadores podem contar com o serviço da Essent Agro, contratando o serviço por R$ 247 mensais, pagando somente no mês seguinte ao uso do aplicativo, esse valor dá direito a 45 lançamentos financeiros por período.


Crescimento exponencial


Pertencente ao Grupo Essent, com sede em Tucunduva, Rio Grande do Sul, a Essent Agro nasceu em 2018 com o lançamento da plataforma, atuando no modelo B2C.


Em 2019 a plataforma foi divulgada nas principais feiras agro do País. Já em 2020, foi iniciada a validação do novo modelo de negócio, e em 2021, ocorreu a pivotagem para o modelo B2B2C.


O cofundador da CapTable, Guilherme Enck, destaca que o crescimento fica ainda mais evidente quando observada a performance financeira. Em 2020 o faturamento foi mais de 22 vezes superior ao ano anterior.


“O crescimento chama a atenção por ter ocorrido em um curto período de tempo. Pela dor do mercado do agronegócio que a startup sana, acreditamos que dentro de poucos meses será possível observar o sucesso da plataforma”, afirma Guilherme.


Destinação dos recursos


A Essent Agro vai destinar 34% dos recursos captados para o setor de vendas e marketing, procurando atingir o maior número de pessoas que podem se beneficiar pelo serviços oferecidos pela fintech; 32% será voltado para aumentar a equipe, visando manter a boa qualidade de serviço, mesmo com o projetado aumento de demanda.


Outros 30% do valor captado será para tecnologia e desenvolvimento de produtos, e 4% para aquisição de equipamentos, buscando melhorar o desempenho da plataforma.


Plano de expansão


Visando aumentar sua base de clientes nos próximos dois anos, a Essent Agro agora foca na ampliação de sua equipe de vendas.


A pivotagem do modelo de negócios tem muito a agregar ao crescimento da startup, tendo em vista que a adoção do modelo B2B2C, deverá impulsionar as vendas do produto, que fica mais acessível ao consumidor final.


“A Essent Agro pretende aumentar sua base de clientes nos próximos dois anos, e por isso é importante o nosso foco em aumentar a equipe de vendas, juntamente com a qualidade do serviço oferecido”, destaca Giandrei Basso, CEO da Essent Agro.


Foto de destaque: Griandrei Basso, CEO, e equipe da Essent Agro.

Fonte: Startupi

9 visualizações0 comentário