top of page
  • Foto do escritorBR40

Inovação nas estradas: como a tecnologia tem sido aliada dos caminhoneiros no Brasil

O transporte rodoviário desempenha um papel vital na economia brasileira. Somente em 2022, de acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), a frota de caminhões cresceu 2,5 % atingindo 2,16 milhões de unidades. Os caminhoneiros enfrentam inúmeros desafios para escoar mercadorias país afora, pois são horas de trabalho em estradas sem infraestrutura, dificuldades logísticas, preocupações com segurança. Nesse contexto, os recursos tecnológicos modernos como Inteligência Artificial (IA), Telemetria, Internet das Coisas (IoT), entre outros, estão transformando o setor e auxiliando os trabalhadores a tornar o transporte de cargas mais eficiente, seguro e sustentável.


Inovação

Da manutenção à escolha da melhor rota


Quando falamos em manutenção, por exemplo, a popularização da internet trouxe facilidades para o dia a dia dos caminhoneiros. Hoje, os profissionais que estão nos lugares mais recônditos do País conseguem ter acesso a uma variedade de peças importadas, equipamentos e serviços por meio das plataformas de comércio eletrônico. Os aplicativos também estão se tornando uma ferramenta valiosa nas mãos dos caminhoneiros. Apps de navegação, pensados especificamente para caminhões ajudam a evitar rotas mais distantes, locais com pontes baixas e até mesmo estradas muito estreitas.


Além disso, empresas de transporte e caminhoneiros autônomos têm investido pesado em veículos com tecnologia Euro 6. Esse tipo de inovação garante que os caminhões economizem combustível e reduzam a emissão de poluentes na atmosfera. Com uma frota mais jovem, renovada e ecológica, os negócios prosperam e o meio ambiente agradece.


A telemetria avançada combinada com a IA está revolucionando o rastreamento de veículos, pois permite aos caminhoneiros e às empresas de transporte uma visão mais profunda e em tempo real das operações. A partir de informações detalhadas sobre o desempenho do veículo e o comportamento do motorista, é possível prever falhas mecânicas, economizar combustível, reduzir o desgaste dos caminhões e minimizar o impacto ambiental.


Para finalizar, a integração de sistemas de telemetria, IoT e IA com sistemas de gestão de frota e manutenção cria uma visão 360º das operações de transporte. O que permite uma análise mais completa e eficaz dos Dados, otimizando a programação de manutenção e reduzindo o tempo de inatividade dos veículos. Se depender dos brasileiros, o futuro já começou no transporte rodoviário.


Por Melodivo Teixeira, CEO da QueroTruck.

Fonte e imagem: InforChannel


siemens

160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page