• Brasil 4.0

Logística 4.0: o caminho para a digitalização e produtividade

Apesar do ano de 2020 trazer para a população mundial uma série de desafios, também trouxe a aceleração de alguns setores econômicos que já vinham ensaiando uma Transformação Digital mais intensa mesmo antes da pandemia. A partir do novo cenário e das necessidades que surgiram a partir disso, muitas empresas investiram em modelos de negócio cada vez mais digitais e escaláveis. E o setor logístico é um desses segmentos.


Só em 2020 o e-commerce registrou um crescimento de 73,88% comparado a 2019. Os dados são do MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital.


Com o crescimento exponencial esperado para os próximos anos, impulsionado pelo cenário que começou a se desenhar em 2020, um tema que já vinha sendo explorado mesmo antes da pandemia volta à pauta: a logística 4.0.


O conceito da logística 4.0 está relacionado ao da Indústria 4.0. A quarta revolução industrial deu início a uma nova fase ultra conectada da logística, combinada com as maiores tendências em tecnologia: Internet das Coisas (IoT), Impressoras 3D, Big Data, Analytics, Realidade Aumentada e etc.


Com a Indústria 4.0, para garantir destaque no mercado, passou a ser necessário investimentos em tecnologia, desenvolvimento de processos e equipes com potencial analítico, além de demais recursos que aumentassem o potencial e os diferenciais da empresa. A logística 4.0 segue os mesmos propósitos de tornar os processos mais ágeis e com o maior acesso a dados para a tomada de decisões, permitindo, desse modo, que os gestores observem a performance do negócio através da análise de dados gerados pelo sistema.


Em diversas empresas, muitos processos ainda são feitos manualmente, o que acaba resultando em um alto nível de erros para as organizações. A vantagem da logística 4.0 é que esses processos passam a ser monitorados através de sistemas que garantem precisão e contribuem no aumento da eficiência operacional digitalizando processos que antes eram manuais, diminuem o lead time, melhoram a conectividade e fornecem uma visão integrada e mais transparente da cadeia de suprimentos.


Com as mudanças que a logística 4.0 promove, um novo patamar do setor é atingido. Todo o processo se torna muito mais assertivo, inteligente e eficiente. Com isso, alguns dos benefícios para as empresas que aderem à essa inovação são: redução de erros e perdas de ativos, otimização de frotas e eficiência de roteirização e melhora significativa da eficiência operacional.


Já existem, em escala global, diversas soluções inovadoras que devem ganhar cada vez mais força nos próximos anos. Carros autônomos já são uma realidade em alguns lugares do mundo, quem sabe em breve veremos por aí caminhões autônomos capazes de fazer entregas sem motorista em qualquer horário do dia? Ou então drones que poderão ser usados para acelerar as entregas de compras online?


Estar atento às novas possibilidades e a tudo que a tecnologia tem a oferecer é o melhor caminho para se manter conectado às transformações que precisam ser feitas hoje para um garantir um futuro promissor para as empresas.


Por Anderson Benetti, head de Logística da Senior Sistemas.

Fonte e imagens: InforChannel

33 visualizações0 comentário