• Brasil 4.0

Mercado Pago extrapola fronteiras do Mercado Livre

Fintech inicia oferta de crédito a partir da carteira digital para clientes comprarem em quase 200 mil estabelecimentos no Brasil


Déborah Oliveira

Foto: Déborah Oliveira

O mercado de pagamentos digitais avança rapidamente, com novas modalidades surgindo a todo momento, como aproximação, QR Code e peer to peer via aplicativos. Na China, por exemplo, moradores de rua pedem dinheiro via QR Code e o dinheiro em papel é praticamente inexistente no país.


O Brasil, por sua vez, tem avançado no tema, especialmente com a abertura de fintechs que atuam nessas áreas. O Mercado Pago surgiu nessa esteira, em 2004, primeiro para processar transações do Mercado Livre. Agora, a empresa ampliou sua atuação e posiciona-se como um negócio livre de pagamentos, que oferece outros serviços como crédito. Seu portfólio inclui pagamentos on-line, carteira digital, crédito e point (a maquininha de pagamentos da empresa).

A Point, por exemplo, conta hoje com 13 milhões de máquinas ativas em toda a América Latina e Tulio Oliveira, vice-presidente do Mercado Pago, revelou em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (24/1) que o Brasil é responsável pela maior parte desse número.


Na carteira digital, apenas no terceiro trimestre de 2019, o Mercado Pago somou US$ 7,7 bilhões em volume de transações na América Latina, quando pela primeira vez processou pagamentos fora do Mercado Livre – US$ 4 bilhões foram transacionados fora da plataforma.


Oliveira também destacou a oferta de crédito a partir da carteira digital do Mercado Pago. Clientes pré-aprovados poderão realizar compras no Mercado Livre ou em lojas on-line que aceitem Mercado Pago com apenas alguns cliques. Além disso, poderão contratar empréstimos pessoais. Segundo ele, hoje já são mais de 3 milhões de clientes pré-aprovados, que solicitaram R$ 350 milhões.


Agora, por meio da carteira digital, o Mercado Pago também poderá ofertar crédito para o cliente comprar em quase 200 mil estabelecimentos.


QR Code, aposta alta

Em 2019, o Mercado Pago lançou a funcionalidade de QR Code para pagamentos em lojas. Hoje, a empresa soma 170 mil estabelecimentos prontos para a tecnologia. Agora em 2020, as redes de supermercados Muffato (PR), Lopes (SP) e Zona Sul (RJ) e o segmento pet com Cobasi e Petz passam a somar ao portfólio de varejistas que aceitam o QR Code do Mercado Pago.


Além da conta digital

Para este ano, Oliveira também anunciou novas funções que devem chegar à conta digital gratuita para permitir pagamentos de impostos, agendamento de boletos, bem como serviços agregados para recarga de serviços pré e pós-pago nos setores de telefonia e TV.

Presente hoje em oito países - Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, Uruguai e Venezuela – e somando 223 milhões de usuários, a bandeira do Mercado Pago é o fomento ao empreendedorismo, contribuindo para que as empresas desenvolvam seus negócios. “Atendemos muito bem nossos clientes e temos vocação de atender o pequeno empreendedor. O futuro é agora. Nosso app é o quinto que mais cresce no Brasil. Estamos presentes na primeira tela de 7 milhões de usuários no País”, comemorou ele.


Na visão do executivo, na guerra pelo mercado de carteiras digitais vencerá exatamente aquele que gerar mais valor para o usuário e Oliveira afirma que o Mercado Pago está bem posicionado nesse sentido. “Vamos seguir revolucionando os meios de pagamento”, finalizou.


Fonte: IT Forum 365

33 visualizações
banner-siemens-plm-160x600-pt.jpg
Assine nossa newsletter!
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

© 2019 - Brasil 4.0 - www.br40.com.br

Fale conosco - contato@br40.com.br