top of page

Metaindústria: ABDI e SPI se unem para impulsionar a adoção da Indústria 4.0 no Brasil

A ABDI - Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial - ABDI se uniu com a SPI Integração de Sistemas Ltda para desenhar e coordenar um dos maiores projetos de incentivo à Indústria 4.0 do Brasil, algo que envolve academia, governo, indústria e empresas de tecnologias.


Rodrigo Portes

Batizado como Metaindústria, o projeto nasceu oficialmente no final de agosto de 2023, a partir do lançamento do Metaindustry Lab, que servirá para testar diversas aplicações, do 5G da Nokia à realidade estendida da Qualcomm, além do Metaverso acelerado pela NVIDIA.


O projeto


O início das operações do MetaIndústria envolve o surgimento de outro elemento: Metaverso ABDI. Ele vai funcionar como uma plataforma ciberfísica, com soluções desenvolvidas a partir das experiências reais e com o acesso direto de empresas demandantes aos principais fornecedores de tecnologia do Brasil.


O projeto está estruturado em três eixos principais de trabalho: modelo de negócios; redução de risco da transformação; e preparação de mão de obra.


"Nesse primeiro momento, vamos atender cem empresas. Mas, para depois, a ideia da ABDI é angariar novos parceiros, novas fontes e novos modelos de negócio que sustentem esse projeto ao longo do tempo", diz Bruno Jorge, gerente da Unidade de Difusão de Tecnologias da ABDI.


O Metaverso também permitirá que os participantes visitem os laboratórios em São Caetano do Sul (SP) e Porto Alegre (RS), por meio das ferramentas de metaverso. Toda essa estrutura foi criada com a expertise da equipe de 138 especialistas da SPI e será operada no espaço Data ABDI, a central de comando, soluções e monitoramento da Agência, em Brasília (DF).


É justamente esta natureza ciberfísica e sempre crescente que permitirá a entrada de mais parceiros, outros laboratórios e distribuidores ao longo dos dois anos iniciais do projeto, e sua expansão nos anos seguintes. Quando toda a estrutura estiver em operação, ela será conectada via óculos virtuais e permitirá que o maquinário seja operado de qualquer lugar do Brasil e soluções sejam experimentadas em tempo real, graças à conectividade da rede industrial 5G, outra tecnologia apoiada e disseminada pela ABDI.


Siemens

Seleção de Empresas


A seleção de empresas para participar do MetaIndústria é conduzida com base numa análise criteriosa de quatro dimensões:

  • Certificações básicas de ciclos de revisão de processos;

  • Engajamento de alta liderança, ou seja, empresas que enviem seus líderes para o curso de três dias no laboratório da SPI, em São Caetano do Sul;

  • Comprometimento em compartilhar as experiências com outras empresas;

  • Nível de maturidade tecnológica médio.

Para participar, basta visitar http://metaindustria.abdi.com.br e responder ao formulário de triagem.


Tecnologias


As empresas participantes do Metaindústria prestarão uma espécie de consultoria para as companhias que se inscreverem no projeto. A missão será desenhar projetos com base nos objetivos de negócios de curto, médio e longo prazo das participantes.


Cada uma dessas iniciativas girará em torno de um dos sete verticais:


1 – Rede 5G – O controle remoto da operação: o 5G é crucial para melhorar a segurança nas fábricas, otimizar espaços e tornar a operação mais ágil. No MetaIndústria, o papel vital do 5G será demonstrado por funcionalidades que evitam possíveis interrupções, como ataques de hackers. Essas demonstrações destacam a importância do 5G na indústria 4.0 e a necessidade de sua segurança.


Colaboradores: N&DC, Nokia, Nokia Bell Labs.


2 – Factory 5.0 – O real espelha o digital: a experiência da Factory 5.0 utiliza tecnologias de Digital Twin e o Omniverse para viabilizar um PDCA (Plan, Do, Check and Control) virtual, onde produtos e processos são validados de forma rápida. Essa tecnologia enfatiza a eficiência e a eficácia, gerenciando recursos como energia e água, e aderindo aos 3P’s (People, Planet, Profit) para um ambiente produtivo sustentável.


Colaboradores: Dassault Systèmes, Virtual Plant, ESS, NVIDIA, SGS, Cristina Cuppone Designer.


Siemens

3 – Teamwork 5.0 – Ninguém deve ter medo de ir trabalhar: enfatiza o papel do indivíduo na Indústria 4.0. Com a tecnologia atual, a segurança no local de trabalho é aprimorada, reduzindo riscos de acidentes e facilitando um aprendizado mais rápido. A experiência visa criar um ambiente de trabalho mais seguro, promovendo o crescimento pessoal e profissional.


Colaboradores: Qualcomm Brasil, SiDi, Contric, Dimensional, Labsoft.


4 – Process 5.0 – Recriando o fluxo de trabalho da engenharia: à medida que nos aproximamos de tornar as fábricas autônomas em realidade, o Process 5.0 destaca a urgência da revisão do fluxo de trabalho de engenharia nesta trajetória. O objetivo é eliminar as lacunas de conhecimento que ficam nas interfaces entre as diferentes fases de um projeto, de forma a criar modelos digitais de alta fidelidade. Quando simulados, esses modelos podem aumentar significativamente a produtividade e a sustentabilidade.


Colaboradores: Siemens, NVIDIA, Promon Engenharia, Phoenix Contact, SGS.


5 – Manufacturing 5.0 – Viabilizando a produção personalizada: a integração da robótica com a IA é apresentada como uma solução para os desafios impostos por tarefas perigosas, monótonas e insalubres ainda realizadas por humanos. Essa sinergia promete um futuro no qual os humanos não mais executam tarefas robóticas, garantindo um ambiente de trabalho mais seguro e digno.


Colaboradores: Universal Robots, SiDi, Omron, NVIDIA, KUKA, TD Synnex, F2iT.


6 – Logistics 5.0 – Assegurar que o produto chegue ao consumidor com a mesma qualidade com que saiu da fábrica deixou de ser um desejo e virou responsabilidade. Na experiência Logistic 5.0, é apresentado como toda a cadeia pode se beneficiar do monitoramento da conservação das características de qualidade de uma encomenda, que hoje estão a apenas um clique de serem habilitadas.


Colaboradores: Qualcomm Brasil; Dassault Systèmes.


7 – Management 5.0 – Carregando a fábrica no bolso: destaca o poder transformador da tecnologia nas fábricas. Com o advento do IIoT, 5G e realidade aumentada, a tomada de decisão tornou-se baseada em dados em tempo real e ágil, revolucionando as práticas de gestão.


Colaboradores: Rockwell Automation, EDGE, Support, Eletronor.


Maturidade 4.0

Future Board e parcerias com grandes indústrias


O projeto contará com um corpo denominado Future Board, composto por representantes de 10 empresas ativas que participarão diretamente na orientação das iniciativas do MetaIndústria.


Esse grupo será responsável por validar propostas de aprimoramento e eficácia das ações desenvolvidas pelo projeto, focando na mobilização, ganhos de produtividade e impacto econômico resultantes da colaboração entre empresas usuárias, parceiras tecnológicas e universidades. Até agora, sete membros foram confirmados: GM, Nestlé, Braskem, São Martinho, Bio-Manguinhos, Petrobras, Dexco e Aché Laboratórios Farmacêuticos.


Conclusão


Este projeto da ABDI com a SPI e outras grandes empresas é talvez o primeiro grande esforço coordenado da indústria nacional em Internet das Coisas e Indústria 4.0. Ou seja, tudo aquilo que foi prometido no Plano Nacional de IoT em 2018 começa a ganhar forma e tem capacidade de iniciar a reforma da indústria brasileira.


Um ponto bastante enfatizado pelo sócio-diretor da SPI, Elcio Brito, Ph.D. , é que o Metaindústria dará à ABDI a capacidade de criar sua “Tabela FIPE” da Indústria. Ou seja, o Data ABDI passa a ser uma ferramenta para gestores de indústrias de todos os tamanhos terem uma noção das aplicações e dos seus preços, como uma fábrica conectada com 5G (ou 4G) e sensores IoT. Inclusive, se bem realizado, o projeto pode colaborar para o começo do sistema aberto na indústria brasileira, o Open Industry.


Rodrigo Portes

Por: Rodrigo Portes

Diretor de Vendas | Diretor Comercial | Gerente Nacional de Vendas | Gerente de Vendas Sênior | Mentor | Palestrante | Autor | Transformação Digital | Indústria 4.0

Fonte: Linkedin Rodrigo Portes - BR4.0


Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page