top of page
  • Foto do escritorBR40

O desafio dos parceiros de negócio frente às tecnologias de alto crescimento

Janelas de oportunidade são sempre bem-vindas, ainda mais se trazem a possibilidade de incrementar significativamente as vendas e, consequentemente, as receitas. Mas estes intervalos são chamados de janelas justamente porque têm um prazo e irão se fechar. Os parceiros de negócio necessitam estar muito atentos a esta realidade.


Internet das Coisas (IoT), Analytics e Inteligência Artificial (IA) são tecnologias disruptivas cada vez mais presentes em nosso dia a dia, mesmo sem que percebamos. Uma luz que se acende por comando de voz ou um robô que executa a tarefa de limpeza do chão de uma casa a partir do aprendizado de uma rotina são dois exemplos comuns de IoT. A oferta que você recebe ao navegar na Internet trazendo um bem ou serviço de seu interesse é resultante de Analytics, da análise sistemática de um imenso universo de Dados.E o tema do momento, o Chat GPT, é apenas uma das inúmeras soluções que estão sob o amplo guarda-chuva da Inteligência Artificial (IA).


Quando mudamos o foco para a aplicação destas tecnologias junto às empresas dos mais diversos segmentos, percebemos que estamos falando de tecnologias que possuem um enorme potencial de crescimento. Os gastos globais das empresas com IoT devem manter o ritmo de evolução da ordem de 20% ao ano, saindo dos US$120 bilhões registrados em 2019 para US$ 483 bilhões em 2027*. O cenário de Analytics não é diferente, com um salto de US$ 31,8 bilhões (2021) para US$ 329,8 bilhões em 2030**, resultado de uma taxa média anual projetada de 29,9%. E o mesmo ocorre com o mercado de IA, saindo de investimentos da ordem de US$ 7,9 bilhões em 2021 para uma projeção de nada menos do que 110,8 bilhões em 2030***.


Estes números são ainda mais impressionantes quando analisados sob a ótica de oportunidades de negócios. É uma realidade que os parceiros de negócio não podem ignorar sob pena de verem esta janela se fechar, levando com ela a chance de um crescimento sustentado pela geração de receitas crescentes.



E não é só o parceiro de negócio que precisa estar atento a este cenário. O papel do distribuidor também exige sintonia fina com estas tendências. Um portfólio abrangente e qualificado, com plataformas e soluções únicas capazes de atender a todas as demandas específicas de cada cliente; oferta intensiva de treinamento, suporte técnico aos parceiros na definição das arquiteturas das soluções e geração de demanda são atraentes e estão entre os pré-requisitos mínimos desta nova visão do distribuidor.


A aliança Parceiro – Distribuição nunca foi tão desafiada como agora. O ecossistema de TI é hoje marcado por uma concorrência cada vez mais acirrada nos mais diversos níveis. O sucesso na entrega da solução ideal no prazo combinado a um custo competitivo é um desafio que só pode ser vencido pelo trabalho totalmente integrado entre a distribuição e o parceiro de negócios. O fato é que os clientes finais estão se familiarizando e experimentando estas novas tecnologias. Os parceiros que ignorarem este cenário poderão ter problemas para conquistar novos clientes, ou mesmo manter os atuais.


A interpretação adequada deste novo cenário e a escolha do distribuidor correto pode levar os parceiros interessados a uma nova (e próspera) realidade.


Por Waldir Saboia, diretor de Data e IoT TD Synnex América Latina.

* IoT Analytics – Fevereiro 2023

** Acumen Research and Consulting

*** Acumen Research and Consulting

Fonte e imagem: InforChannel



Kommentare


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page