top of page
  • Foto do escritorBR40

Os benefícios da integração do ERP com a força de vendas

Com a crescente competitividade do mercado, as indústrias precisam constantemente buscar maneiras de otimizar seus processos e maximizar a eficiência de suas operações. Nesse sentido, uma das soluções mais eficazes é a integração do ERP (Enterprise Resource Planning) ao sistema de força de vendas.


O ERP centraliza os principais processos de uma empresa, como: gestão de estoque, vendas, fornecedores, clientes, finanças, contabilidade, recursos humanos, etc. É um sistema que permite que todas as áreas da empresa compartilhem informações e trabalhem em conjunto de forma mais eficiente. Por outro lado, o sistema de força de vendas é responsável por gerenciar todo o processo de vendas de uma empresa, desde a prospecção de clientes até a entrega do produto ou serviço.


A integração do ERP ao sistema de força de vendas é uma excelente opção para as indústrias e distribuidoras que buscam otimizar seus processos e maximizar a eficiência de suas operações. Nesse processo uma série de recursos exclusivos e inovadores podem ser incluídos para tornar o processo muito mais eficiente. Vamos detalhar cinco deles:


1. Visão integrada do processo de vendas


A integração do ERP permite que as empresas tenham uma visão ampla de todo o processo de vendas. Ou seja, desde a captação de leads até a entrega do produto ou serviço. O processo ajuda na tomada de decisões mais acertadas e precisas, com base em dados concretos e atualizados em tempo real.


2. Redução de erros e retrabalho


A integração entre os sistemas reduz a necessidade de lançamentos manuais de informações e minimiza os erros e retrabalhos. Isso resulta em uma maior eficiência e economia de tempo e recursos.



3. Controle de estoque


Ao integrar o sistema de força de vendas ao ERP, as empresas podem controlar melhor o seu estoque de produtos e evitar a falta deles ou o excesso de produtos parados nos respectivos depósitos, por exemplo.


4. Melhoria da comunicação


A integração dos sistemas também melhora a comunicação entre as áreas da empresa, permitindo que todos os departamentos tenham acesso às informações relevantes de forma rápida e eficiente.


5. Aumento da produtividade


A partir da integração, a equipe de vendas tem acesso às informações de forma rápida e fácil, o que pode resultar no aumento na produtividade e da eficiência da equipe.


Nesse caminho cheio de boas e novas possibilidades, muitos recursos tecnológicos podem ser empregados para auxiliar a força de vendas. Hoje por meio de aplicativos existentes no mercado e que fazem todo o gerenciamento da força de vendas num processo totalmente automatizado e personalizável, é possível englobar desde a prospecção de clientes até a entrega do produto ou serviço.


Entre os recursos tecnológicos disponíveis na palma da mão com tecnologia plug and play é possível fazer a roteirização inteligente através do planejamento de visitas de vendas. Dessa forma o tempo de deslocamento do vendedor externo é reduzido, aumentando o tempo disponível para a venda propriamente dita. Recursos como geolocalização também ajudam os vendedores a ter uma visão clara da localização dos clientes e assim planejar suas visitas de forma mais eficiente, otimizando o tempo.



Além disso, os catálogos de produtos em papel deixam de existir e abrem espaço para as versões virtuais, que podem ser acessadas com praticidade durante as visitas de vendas. Já pedidos online agilizam o processo de venda e reduzem a possibilidade de erros. Assim como os relatórios gerenciais que permitem que os responsáveis tenham uma visão clara do desempenho da equipe de vendas e tomem decisões mais informadas e estratégicas. Estima-se que essas ações tornem as vendas até 60% mais lucrativas.


Portanto, se você é um gestor de uma indústria e busca uma solução eficiente para otimizar seus processos e aumentar a eficiência da sua equipe de vendas, a integração do ERP ao sistema de força de vendas é uma excelente opção para alcançar esses objetivos.


Por Filipe Nascimento, CEO da Fieldy é formado em Rede de Computadores pelas Faculdades ENIAC e Analista Linux pela Green Desenvolvimentos.

Fonte e imagem: InforChannel

Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page