top of page
  • Foto do escritorBR40

Pablo Fava, CEO da Siemens, integra o Liderança com ImPacto como porta-voz do ODS 9

Pablo Fava, CEO da Siemens, integra o Liderança com ImPacto como porta-voz do ODS 9 - Indústria, Inovação e Infraestruturas


  • Programa busca posicionar CEOs como mobilizadores de temas ESG dentro de suas empresas, instituições empresariais, relacionamento com sua cadeia de valor, governos e influenciadores em geral

  • O ODS 9 (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável) busca construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação

Pablo Fava, CEO da Siemens, foi escolhido para ser uma Liderança com ImPacto, como porta-voz do ODS 9 - Indústria, Inovação e Infraestruturas. Foto: Divulgação Siemens


Pablo Fava, CEO da Siemens, empresa líder em automação industrial e software, infraestrutura, tecnologia predial e transporte, foi escolhido para ser uma Liderança com ImPacto, como porta-voz do ODS 9 (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável) - Indústria, Inovação e Infraestruturas, programa que faz parte da Rede Brasileira do Pacto Global. Criada em 2000 por Kofi Annan (1938-2018), o Pacto Global das Nações Unidas convoca as empresas a alinharem suas estratégias e operações aos Dez Princípios Universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção. É a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 16 mil participantes, entre empresas e organizações, distribuídos em 70 redes locais, que abrangem 160 países.


“Como uma empresa de tecnologia, a Siemens contribui para a eficiência, confiabilidade e resiliência das indústrias e da infraestrutura. Nossos negócios são orientados para impulsionar a descarbonização, a economia circular e a transformação digital, promovendo a qualificação das pessoas e o desenvolvimento do mercado. Temos um sólido compromisso com a ética e a com a integridade em toda cadeia de valor, por meio de diretrizes do nosso Código de Conduta. Por acreditarmos na inclusão e na riqueza da cultura da diversidade nós implementamos o Programa DiverSifica e devido ao potencial de economia verde do país, nós no Brasil temos o compromisso de sermos Net Zero até 2025, antecipando o compromisso global que é até 2030”, diz Pablo Fava, CEO da Siemens.


As empresas inscrevem os seus CEOs para integrarem a iniciativa e as candidaturas são avaliadas a partir de critérios de engajamento e representatividade, porte da organização e comprometimento do CEO em relação às atividades e aos compromissos públicos do Pacto Global. A Liderança com ImPacto utiliza o seu poder de decisão e influência para endereçar questões importantes no âmbito da sustentabilidade. Divulga causas e mobiliza o setor empresarial por meio de suas redes sociais e em oportunidades públicas, como quando participa de eventos, concede entrevistas ou se direciona aos seus colaboradores, clientes e fornecedores.



A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma empresa de tecnologia com foco na indústria, infraestrutura, transporte e saúde. De fábricas mais eficientes em termos de recursos, cadeias de suprimentos resilientes e edifícios e redes mais inteligentes, a transportes mais limpos e confortáveis, bem como cuidados com a saúde avançados, a empresa cria tecnologia com propósito agregando valor real para os clientes. Ao unir os mundos real e digital, a Siemens capacita seus clientes a transformar seus setores e mercados, ajudando-os a transformar o dia a dia de bilhões de pessoas. A Siemens também possui uma participação majoritária na empresa de capital aberto Siemens Healthineers, fornecedora líder global de tecnologia médica que está moldando o futuro da saúde. Além disso, a Siemens detém uma participação minoritária na Siemens Energy, líder global na transmissão e geração de energia elétrica.

No ano fiscal de 2021, encerrado em 30 de setembro de 2021, o Grupo Siemens gerou receita de € 62,3 bilhões e lucro líquido de € 6,7 bilhões. Em 30 de setembro de 2021, a empresa contava com aproximadamente 303.000 funcionários em todo o mundo. Mais informações estão disponíveis aqui.


No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. O Grupo Siemens é formado pela Siemens (Infraestrutura e Indústria), pela Siemens Healthineers e pela Siemens Mobility. Atualmente, o Grupo Siemens conta com quatro fábricas, cinco centros de Pesquisa e Desenvolvimento e cinco Centros de Distribuição espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse nosso website.


Fonte: InPress Porter Novelli - Assessoria de Imprensa



160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page