top of page
  • Foto do escritorBR40

Pecuária digital alia eficiência e sustentabilidade


Foto: Juliana Sussai - Bebedouro eletrônico monitora consumo de água na pecuária

Uma gestão mais eficiente, com otimização dos insumos, pode ser alcançada com o uso de ferramentas tecnológicas. A pecuária digital ou pecuária de precisão tem a capacidade de aliar eficiência com práticas mais sustentáveis na produção de carne e leite. Além de melhorar as condições de trabalho no campo.


Vídeo sobre Pecuária de Precisão


O tema será apresentado no Dia de Campo “Pecuária de Precisão aplicada à sistemas integrados”, realizado pela Embrapa Pecuária Sudeste e Rede ILPF, no próximo dia 26 de maio, das 8h às 12 horas. O evento será na sede do centro de pesquisa, localizado na Fazenda Canchim, em São Carlos (SP).


De acordo com o produtor de leite ngelo de Oliveira, da Fazenda Rancharia, de Machado (MG), a ordenha robotizada está no radar da propriedade. Ele tem 60 vacas em produção, em sistema confinado, e a mão de obra é o principal motivo de pensar na tecnologia. “A previsão é que eu implante o robô em 2024. Já estou chegando próximo aos dois mil litros de leite ao dia. Eu acho que mudamos a concepção de produtor de leite. É outro perfil. O robô te obriga a ser eficiente”, diz Oliveira.


Durante o dia de campo, o chefe de Transferência de Tecnologia, André Novo, vai falar dos benefícios do sistema automatizado na ordenha. A ferramenta tecnológica, ainda pouco utilizada no país, mostra bons resultados em ganhos de produtividade, otimização de mão de obra, bem-estar animal e qualidade de vida ao produtor de leite.



Para o pesquisador Sergio Raposo de Medeiros, da Embrapa Pecuária Sudeste, uma grande vantagem da Pecuária de Precisão é evitar ineficiência e contribuir para o pecuarista ser mais sustentável. A sustentabilidade está relacionada, principalmente, ao uso racional dos insumos.


Medeiros vai mostrar no evento uma configuração de confinamento experimental da Embrapa, onde tudo é controlado, e como o produtor pode usar esse monitoramento na prática. “No confinamento do centro de pesquisa nós medimos tudo de forma automatizada. Temos cochos e bebedouros eletrônicos, plataforma de pesagem, sistema para medir emissão de gases de efeito estufa, etc. Vou apresentar as conexões para melhorar a gestão no dia a dia na propriedade rural”, explica.


Também estarão em discussão no dia de campo uso de VANTs (Drones), amostragem de solo automática e geração de mapas, pesagem automática de animais a campo, equipamentos de conectividade e coleta automática de dados e monitoramento de atividade animal e do clima.

Serviço

Dia de Campo Pecuária de Precisão

Dia: 26 de maio de 2023

Horário: 8h às 12h

Confira a programação


Gisele Rosso (MTE 3091/PR)

Embrapa Pecuária Sudeste

Fonte: EMBRAPA


Commentaires


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page