• Brasil 4.0

Prospera Agro completa um ano com mais de 50 cases inovadores do agronegócio mapeados

Iniciativa do Sebrae foi criada para dar visibilidade às inovações aplicadas por micro e pequenos negócios rurais espalhados por todo país


Mídia Wix

O Prospera Agro, iniciativa do Sebrae criada para dar visibilidade aos micro e pequenos negócios inovadores na agropecuária, completa um ano de existência com resultados promissores. Desde julho de 2020, quando foi iniciado o primeiro ciclo do programa, o Prospera Agro registrou mais de 52 cases inéditos de empreendedorismo no agronegócio que merecem destaque pelo seu viés inovador. Os produtores mapeados foram divulgados no canal televisivo Agro Mais, da Rede Bandeirantes, além das publicações em todos os canais de comunicação do Sebrae. Os programas mostrando a atuação dos micro e pequenos negócios foram exibidos mais de 176 vezes na TV, alcançando uma média de audiência de 10 mil pessoas, por exibição em todo país.


Neste ciclo do Prospera Agro foram visitadas todas as cinco regiões do Brasil, em busca de inovações na produção de insumos agrícolas. O analista de competitividade do Sebrae Victor Ferreira observa que uma das regiões com mais cenários mapeados foi o Nordeste. “O Brasil é um produtor exponencial do agronegócio. Nesta edição, conseguimos alcançar todas as regiões do país, com destaque para o Nordeste. Todos os nossos empreendedores são especiais. Há cadeias produtivas como a fruticultura na Bahia, a meliponicultura no Rio Grande do Norte, a produção de queijos no Paraná e a ovinocultura no Rio Grande do Sul que são surpreendentes”, afirma.


Ferreira destaca como o papel do Sebrae é reforçado com sua atuação junto ao agro e ao empreendedorismo. “O Prospera Agro, além de incentivar a criação de novos modelos de negócios no campo, mostra como o Sebrae atua junto ao agronegócio. Através da apresentação dos cases de sucesso, o público pode conhecer mais sobre o trabalho que o Sebrae desenvolve com pequenos negócios de agricultura. Não só como agência de fomento ao empreendedorismo, mas como um vetor de transformação social. Há questões de governança, articulação com parceiros, cooperativismo, acesso a mercados que muitas vezes passam despercebidas”, explica.


O Agro é tech


A modernização das técnicas de cultivo e a digitalização dos produtos e serviços já chegaram no agronegócio brasileiro. O país passa por uma fase de modernização nesse setor, diante disso, o Prospera Agro também abordou a temática da conectividade e deu voz a dezenas de micro e pequenos produtores rurais que usam a tecnologia para fomentar seus resultados. “Levamos informações de inovação, tecnologia, gestão, desenvolvimento territorial e acesso a novos mercados para diferentes segmentos do agro. O Prospera Agro chega a um ano de ações com expectativas ainda maiores para o novo ciclo”, informa Ferreira.


De acordo com o analista, o Sebrae dará continuidade aos trabalhos, contando com ajuda de parceiros que também se dedicam à inovação e ao empreendedorismo. “Queremos visitar mais cidades brasileiras, mostrar ao mundo como se comporta os empreendedores do agronegócio brasileiro. Levar informação, conhecimento técnico e abrir novas oportunidades. Já temos parceiros como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e acreditamos que com essas contribuições vamos muito mais longe”, acrescenta.


Veja mais informações aqui.


Por: Redação SEBRAE

Fonte: ASN - Agência Sebrae de Notícias

11 visualizações0 comentário