top of page
  • Foto do escritorBR40

Reduzindo os custos na construção do Data Center em meio à crise da Cadeia de Suprimentos

A enorme dimensão da crise da cadeia de suprimentos de 2021/2022 é diferente de eventos passados similares. Embora problemas importantes na Cadeia de Suprimentos tenham minado diversas indústrias ao longo da história, raramente a economia mundial como um todo sofreu um impacto tão grande.


Quando a oferta é baixa e a demanda permanece alta, os custos aumentam para todos, dos fornecedores aos usuários finais. E o crescimento de dois dígitos, ano a ano, da indústria de Data centers se associou com a crise global da Cadeia de Suprimentos para aumentar de forma significativa os custos para construir um Data Center.


Recentemente, Kevin Dalton da Cumulus Data e Dutch Wickes da HKS, participaram comigo na transmissão do Datacenter Dynamics liderada por Dan Loosemore para discutir o tema. Ficou claro que fornecedores para Data Centers estão mantendo completamente abertas as linhas de comunicação com os clientes. A meta é encorajar a adoção da padronização e mitigar os aumentos dos custos relacionados com a cadeia de suprimentos e os aumentos nos prazos de entrega.


Quanto Custa Construir um Data Center durante uma Crise da Cadeia de Suprimentos?


A solução para os custos dos data centers durante uma crise de abastecimento ocasionada pela pandemia depende do tipo de Data Center. Quando o custo dos materiais está elevado, o custo para construir um Data Center também aumenta.


As restrições na cadeia de suprimentos têm representado um desafio para todas os setores


Algumas commodities se estabilizaram, mas os materiais comuns usados em Data Centers, como o lítio, o cobre e o aço, permanecem bastante mais caros do que eram nesta época no ano passado. Os prazos de entrega dos fornecedores aumentaram para muitos materiais e componentes, variando desde sistemas mecânicos e elétricos até componentes que tradicionalmente estavam disponíveis de imediato, como material de isolação e pequenos microchips. A falta de disponibilidade de materiais e componentes pode levar à disrupção na construção de Data Centers.


Além dos longos prazos de entrega e dos altos custos dos componentes e peças, a falta de trabalhadores especializados também tem um efeito agregado aos custos pagos pelos usuários finais. A demanda por Data Centers está crescendo com muito mais velocidade do que a indústria consegue atrair novos talentos qualificados. Profissionais no mundo todo, desde engenheiro elétricos e mecânicos até eletricistas, continuam tendo uma demanda altíssima, mas há mais especialistas se aposentando do que entrando nesse campo. Toda a indústria de data centers tem tido dificuldade para acompanhar a demanda por profissionais.



Os custos das commodities, os prazos de entrega e a falta de mão de obra significam que os custos para construir um data center em 2022 aumentaram de forma significativa – caso os compradores insistam em um design tradicional, sob medida.


Data Centers Modulares Pré-Fabricados: A Padronização Ajuda a Mitigar a Retração no Abastecimento


A padronização permite que uma parte maior dos processos de design e de construção do Data Center operem sem intervenção humana ou erros. A padronização torna mais fácil aos usuários finais compreenderem os Data Centers, mais fácil para os arquitetos os projetarem e mais fácil para os técnicos os instalarem e fazerem sua manutenção. O uso de software de modelagem arquitetônica digital padronizada, como o BIM360 Objects, por exemplo, ajuda a eliminar a dependência por um único indivíduo e que ele precise passar informações vitais de uma pessoa para outra. Essa ferramenta de planejamento ajuda a agilizar o processo e ajuda a mitigar ou evitar problemas como a perda de conhecimento institucional quando alguém se aposenta.


A padronização permite aos clientes construir rapidamente e locar o espaço para seus clientes com mais celeridade. Os problemas na cadeia de suprimentos realçaram ainda mais a necessidade de padronização. Componentes de prateleira estão cada vez mais confiáveis e economizam um tempo considerável em comparação com componentes customizados. Manter tudo mais simples é essencial: quanto mais itens forem pré-fabricados ou puderem ser construídos fora do site e entregues pré-montados, mais despesas poderão ser neutralizadas. Não é uma surpresa que a tecnologia de construção de data centers esteja tendendo para a modularidade.


Dados da Omdia coletados em uma pesquisa com 228 empresas globais que operam seus próprios Data Centers revelaram que 99% delas planejam incluir Data Centers modulares pré-fabricados (PMDCs) nos seus investimentos em tecnologia e infraestrutura de data centers de 2022. Data centers construídos sob medida podem levar anos até que estejam totalmente funcionais, enquanto que Data Centers construídos e testados na fábrica podem ser construídos em paralelo com o site do data center e podem estar operacionais em menos de um ano.


Os PMDCs também permitem que uma empresa adapte sua estratégia em resposta a mudanças no mercado: como os prazos de entrega são menores, as decisões quando o mercado muda podem ser tomadas mais adiante. Soluções individualizadas permanecem a opção sensata para algumas aplicações, mas a modularidade é uma resposta para grande parte dos desafios atuais da indústria.



Sustentabilidade na Prática


Os compromissos de ESG (Ambiental, Social e Governança) estão no topo das prioridades de muitas corporações. Mas em meio a uma crise na cadeia de suprimentos, a ESG é muitas vezes melhor atendida ao se trazer os fornecedores cedo para as conversas sobre P&D e prognósticos. Produtos ou peças sustentáveis podem muitas vezes ter um “prêmio por ser verde”, tornando-os mais caros do que alternativas tradicionais e, algumas vezes, podem aumentar os atrasos na entrega. Durante instabilidade econômica, é essencial entender o Retorno do Investimento (ROI) de qualquer tecnologia sustentável e investir estrategicamente.


Em 2023, a mentalidade de “assim é como sempre fizemos” é uma política que nenhuma indústria pode se dar ao luxo de manter. Os data centers são uma realidade e precisam coexistir com o meio-ambiente.


Por John Menoche, arquiteto de Soluções da Vertiv.

Fonte e imagem: InforChannel



Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page