• Brasil 4.0

Return to Office: a importância da implantação de um modelo de trabalho híbrido

No início deste mês de maio, quando celebramos o Dia do Trabalhador, considero oportuno falarmos sobre as tendências dos modelos de trabalho no pós-pandemia. Com a flexibilização das regras de isolamento social, chegou a hora das empresas, organizações, líderes e gestores pensarem na volta dos colaboradores à sua estrutura, num movimento conhecido como Return to Office ou RTO.


Para entender a importância do RTO, é preciso voltar um pouco no tempo. Quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o Covid-19 como uma emergência mundial de bem-estar em março de 2020, todos tivemos que estabelecer, da noite para o dia, diretrizes e estruturas para o trabalho remoto. Agora, com a pandemia sob controle e a vacinação amplamente instituída, chegou o momento de fazer o movimento inverso, sendo imperativo ter uma infraestrutura pronta, planejada e segura.


Tenho acompanhado a movimentação dos nossos Clientes e a grande maioria tem optado pelo modelo híbrido, inclusive o prof. de economia de Harvard Nick Bloom ratifica esta opção. Ele entrevista 5 mil trabalhadores todos os meses, e afirma que a grande maioria quer voltar ao escritório apenas duas ou três vezes por semana. Nós já adotamos este modelo.


O grande desafio para que o modelo híbrido seja proveitoso para a empresa e para o colaborador é equilibrar a vida pessoal e a profissional neste RTO.



Isso porque, depois de dois anos em casa, todos nos acostumamos a preencher os gaps entre as reuniões e as entregas com atividades que nos trazem satisfação e benefício pessoal.


Voltar ao escritório e estarmos todos juntos, inspira inovação, estimula a criatividade, cria um senso comum de propósito em nosso dia a dia. Quando estabelecemos uma troca de ideias com um parceiro de equipe, reforçamos também o nosso senso de pertencimento à organização. E, sinceramente, acho difícil termos momentos como este sozinhos no home office, ou durante um conference call.


Enfim, estamos vivendo um novo tempo, e a mudança para o trabalho remoto, embora tenha sido disruptiva, não seria permanente. Todos sabíamos disso. Agora, vivemos o momento perfeito para redesenharmos os modelos e locais de trabalho, onde este equilíbrio seja bom para todos e as empresas continuem crescendo e os colaboradores preservem suas conquistas de bem-estar. Assim, estaremos prontos para este futuro que se desenha agora.


Por Eraldo de Paola, CEO da NEO e da hypeone.

Fonte e imagem: InforChannel



19 visualizações0 comentário
Creating-a-Sustainable-Future-wp-banners160x600.jpg