top of page
  • Foto do escritorBR40

Sebrae e Embrapii - 116 milhões para pequenas empresas e startups desenvolverem projetos de inovação

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) firmaram parceria que vai garantir R$ 116 milhões para que startups, micro e pequenas empresas tirem do papel o desenvolvimento de projetos de inovação industrial. O anúncio foi feito durante o 10º Congresso Internacional de Inovação da Indústria, que aconteceu nos dias 27 e 28 de setembro em São Paulo.


startup

Este é o quarto contrato celebrado entre as duas instituições desde o início da parceria, em 2017, com valor recorde de contratação. A previsão é que, no total, sejam investidos R$ 390 milhões, com os aportes das Unidades Embrapii e das empresas. O acordo prevê ainda a intensificação da divulgação e ampliação dos contratos firmados com empresas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.


A execução do contrato terá início em janeiro de 2024, com duração até janeiro de 2027. Estima-se que o novo acordo viabilize o desenvolvimento de 700 projetos de inovação industrial e o atendimento a cerca de 800 empresas em todo o Brasil. Os números superam os resultados dos três contratos anteriores. Os recursos aplicados pelo Sebrae nos contratos assinados nos anos de 2017, 2019 e 2021 foram da ordem de R$ 59,8 milhões, com investimentos totais da parceria chegando a R$ 271,5 milhões.


Os recursos serão utilizados no modelo de apoio Lab2Mkt da Embrapii, voltado para micro e pequenos negócios e startups. Nele, a organização garante o aporte de até 50% do valor do projeto em recursos não reembolsáveis. O restante é coberto pela contrapartida da empresa e da Unidade Embrapii.


O diferencial da parceria é que o Sebrae também investe recursos financeiros que cobrem até 70% do valor da contrapartida da empresa. Isso diminui o valor do investimento de que ela precisaria dispor e os riscos da inovação. Considerado o valor global do projeto, os recursos do Sebrae, da Embrapii e Unidade Embrapii podem chegar a 90% do total. Neste caso, a empresa ficaria responsável por apenas cerca de 10% do valor do projeto.


siemens

Como principais pré-requisitos para receber o apoio, as empresas devem ter CNAE Industrial ou TIC e faturamento abaixo de R$ 4,8 milhões no ano anterior. Além disso, devem apresentar projetos com escala de maturidade tecnológica de 3 a 9. O apoio da Embrapii é feito em todo o ciclo de desenvolvimento tecnológico, desde a pesquisa básica até o produto final, diminuindo, assim, o risco das empresas no investimento em inovação.


Por meio da parceria com o Sebrae, a Embrapii oferece às empresas de pequeno porte e startups acesso à infraestrutura e a conhecimentos científicos e tecnológicos das Unidades Embrapii. Trata-se de uma rede de 96 centros de pesquisa de excelência credenciados em todo o país para desenvolver os projetos de pesquisa apoiados pela instituição. Juntos, eles reúnem uma rede de aproximadamente 4 mil pesquisadores.


Para obter os recursos, as empresas devem apresentar seus projetos às Unidades Embrapii, que serão responsáveis pela aprovação do projeto e pelo repasse dos recursos. Esses centros são compostos por especialistas que desenvolvem soluções de acordo com as necessidades.


Fonte: FAPESP


siemens

160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page