• Brasil 4.0

SENAI e Correios firmam parceria para projetos em logística

Iniciativa visa desenvolver projetos para melhorar o setor de logística no país. Empresas e startups poderão inscrever projetos e pesquisas na Plataforma de Inovação para a Indústria


O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e os Correios firmaram um acordo para o desenvolvimento de projetos de pesquisa e inovação para impulsionar os serviços de logística no país. As novas soluções para o setor poderão ser inscritas por meio da Plataforma de Inovação para a Indústria.


Para a execução desses projetos, será utilizada toda a estrutura dos Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia. O diretor geral do SENAI, Rafael Lucchesi, ressalta que essa parceria permitirá uma integração entre serviços de inovação, tecnologia e logística a favor da sociedade e da indústria.


São duas grandes empresas com história relevante no país, com muita capilaridade e agora se unem para melhorar sua estratégia de prestação de serviço para a sociedade utilizando a inovação como alavanca, destacou Lucchesi.


Diante dos desafios e das tendências apresentadas por um mercado altamente competitivo, a medida faz parte de um conjunto de esforços que visam fomentar a constante evolução das atividades logísticas e operacionais desempenhadas pela estatal, com a expertise da rede de inovação do SENAI, em pesquisa aplicada, desenvolvimento de novos produtos, processos e soluções industriais customizadas.


Para o presidente dos Correios, Floriano Peixoto, o foco mais importante da empresa é o cliente. Portanto, entre as diversas ações já implementadas nos últimos dois anos, o gestor destacou que a parceria com o SENAI é mais um incentivo à inovação aos processos produtivos da empresa. “O nosso objetivo é aproveitar esses avanços tecnológicos para incorporar o que for interessante às nossas práticas operacionais e negociais”, afirmou.


Rede Institutos SENAI de Inovação

A rede de Institutos SENAI de Inovação foi criada para atender as demandas da indústria nacional. Ela tem como foco de atuação a pesquisa aplicada, o emprego do conhecimento de forma prática, no desenvolvimento de novos produtos e soluções customizadas para as empresas ou de ideias que geram oportunidades de negócios. Os institutos trabalham em conjunto, formando uma rede multidisciplinar e complementar, entre si e em parceria com a academia, com atendimento em todo o território nacional.


A rede é composta por 26 Institutos SENAI de Inovação. Desde a criação, em 2013, mais de R$ 1,2 bilhão foram mobilizados em 1.332 projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). A estrutura conta com mais de 930 pesquisadores, sendo que cerca de 52% possuem mestrado ou doutorado. Por serem reconhecidos como Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), os Institutos SENAI de Inovação possuem acesso a diversas fontes de financiamento não-reembolsáveis para projetos de PD&I. Atualmente, 15 institutos compõem unidades EMBRAPII e possuem acesso direto a recursos para financiamento de projetos estratégicos de pesquisa e inovação.


Por: Neyfla Garcia

Foto: Divulgação/Correios

Fonte: Agência de Notícias da Indústria



17 visualizações1 comentário
Simulação Engenharia 160x600.png