top of page
  • Foto do escritorBR40

Siemens e Agro 4.0: automação para garantir rastreabilidade de sementes

- Sitec, empresa brasileira do setor agroindustrial de Santa Catarina, usa tecnologia embarcada da Siemens em seus silos

- Processo de armazenamento de informações é feito na nuvem com absoluta segurança

- Digitalização do beneficiamento das sementes de soja e milho garante germinação de 90% e em menor terreno


Digitalização do beneficiamento das sementes de soja e milho garante germinação de 90% e em menor terreno. Foto: Divulgação Siemens

Empresa especializada em inovação, a Siemens se uniu à Sitec, empresa brasileira do setor agroindustrial de Chapecó, em Santa Catarina, para implementar tecnologia embarcada em suas Unidades de Beneficiamento de Sementes (UBSs). A solução garante mais performance para os insumos para atender aos desafios modernos do Agro 4.0: produtividade, qualidade e rastreabilidade.


“A automação do beneficiamento das sementes garante germinação de 90%. O processo inclui secagem, umidificação, polimento, separação e tratamento. Como consequência direta, o cliente pode calcular uma área de plantio menor”, diz Evandro Roberto Horbach, engenheiro de Desenvolvedor de Negócios da Siemens.


As Unidades de Beneficiamento de Sementes (UBSs) tratam as sementes de acordo com a necessidade de cada espécie e condições ideais. Para controlar todas essas variáveis, o agronegócio necessita implementar soluções tecnológicas de maneira veloz.


AS- Interface


A solução Siemens implementada para a Sitec é a AS-Interface, um sistema de comunicação que conecta sensores e atuadores no nível mais baixo do campo ao controlador mestre, garantindo facilidade, segurança e integração.


Seu principal benefício é a alta capacidade de conexões com um único cabo. "A SITEC é parceira da Siemens há mais de duas décadas porque priorizamos soluções de alta tecnologia para nossos clientes. O agronegócio brasileiro já entrou no contexto da Indústria 4.0 e nós temos convicção de que há um alto potencial a ser atingido. Contar com tecnologias disruptivas, como as da Siemens, é uma das nossas contribuições para essa transformação digital do segmento", diz Emerson Puton, Diretor Comercial da Sitec.


No caso do sistema de automação, proteção e controle da UBS projetado pela SITEC, a incorporação tecnológica trouxe aumento de produtividade e qualidade. “Em média, as últimas três décadas trouxeram aumento, para o produtor, de 30 sacas por hectare para cerca de 65 sacas de soja, como resultado direto da genética e melhor qualidade das sementes beneficiadas pelos nossos clientes”, completa Emerson.


Empresa brasileira da cidade de Chapecó (SC), a SITEC é uma tradicional parceira de soluções da Siemens, atuando no setor industrial há mais de duas décadas. Um dos projetos mais recentes foi feito na cidade de Canoinhas, em Santa Catarina, para a Cooperativa Agroindustrial Alfa. Importante fornecedor de sementes para o setor agrícola brasileiro, a empresa buscava um sistema de automação e controle que agregasse eficiência aos processos.


Sobre a SI:

A Siemens Smart Infrastructure (SI) está definindo o mercado de infraestrutura inteligente e adaptável atual e para o futuro, para atender aos desafios urgentes da urbanização e das mudanças climáticas, conectando sistemas de energia, edifícios e indústrias. A SI cria ambientes que se importam com o planeta e oferece aos clientes um portfólio abrangente e completo de produtos, sistemas, soluções e serviços de apenas uma fonte, que envolvem desde o ponto de geração de energia até o consumo. Com um ecossistema cada vez mais digitalizado, colabora também para o progresso de clientes e comunidades. A sede global da Siemens Smart Infrastructure está localizada em Zug, na Suíça, e a empresa possui cerca de 70.400 funcionários em todo o mundo.


A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma empresa de tecnologia com foco na indústria, infraestrutura, transporte e saúde. De fábricas mais eficientes em termos de recursos, cadeias de suprimentos resilientes e edifícios e redes mais inteligentes, a transportes mais limpos e confortáveis, bem como cuidados com a saúde avançados, a empresa cria tecnologia com propósito agregando valor real para os clientes. Ao unir os mundos real e digital, a Siemens capacita seus clientes a transformar seus setores e mercados, ajudando-os a transformar o dia a dia de bilhões de pessoas. A Siemens também possui uma participação majoritária na empresa de capital aberto Siemens Healthineers, fornecedora líder global de tecnologia médica que está moldando o futuro da saúde. Além disso, a Siemens detém uma participação minoritária na Siemens Energy, líder global na transmissão e geração de energia elétrica.

No ano fiscal de 2021, encerrado em 30 de setembro de 2021, o Grupo Siemens gerou receita de € 62,3 bilhões e lucro líquido de € 6,7 bilhões. Em 30 de setembro de 2021, a empresa contava com aproximadamente 303.000 funcionários em todo o mundo. Mais informações estão disponíveis na internet aqui.


No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. O Grupo Siemens é formado pela Siemens (Infraestrutura e Indústria), pela Siemens Healthineers e pela Siemens Mobility. Atualmente, o Grupo Siemens conta com quatro fábricas, cinco centros de Pesquisa e Desenvolvimento e cinco Centros de Distribuição espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse nosso website.


Fonte: Assessoria de Imprensa - InPress Porter Novelli



Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page