top of page
  • Foto do escritorBR40

Siemens é considerada uma das 10 empresas mais inovadoras do mundo pela Boston Consulting Group

  • Mesmo em um cenário econômico considerado adverso pela consultoria, a Siemens é percebida como líder na busca de novos produtos, mercados e incremento de receitas, com foco em práticas sustentáveis;

  • No ano fiscal de 2022, os investimentos globais em pesquisa e desenvolvimento foram de € 5,6 bilhões e cresceram 14%, com a concessão de 43.600 patentes em todo o mundo e 46.900 funcionários de P&D;

  • Na Siemens, no Brasil, existe um comitê liderado por José Borges Frias Junior, Head de Inovação, e apoiado por colaboradores de toda a cultura organizacional da companhia.

A tecnologia de agricultura indoor, exemplo de inovação da Siemens com o parceiro 80 Acres Farms, foi apresentada na Hannover Messe 2023, na Alemanha, e já está disponível no Brasil. Foto: Divulgação Siemens


A Siemens busca surpreender há 175 anos, se reinventando todos os dias, trazendo inovação tecnológica à transformação digital e à sustentabilidade. No estudo Reaching New Heights in Uncertain Times (Alcançando novas alturas em tempos incertos), conduzido pela Boston Consulting Group e divulgado em maio de 2023, a companhia foi eleita a décima empresa mais inovadora do mundo, em uma lista de cinquenta.


O estudo avaliou como a liderança das empresas eleitas está sempre apresentando produtos novos, buscando mercados ainda não explorados e criando fluxos de receita – com impacto sustentável. Apesar da incerteza econômica global, a inovação é uma das principais metas corporativas em 2023, com 79% das empresas classificando-a entre seus três principais objetivos a serem conquistados. Segundo a consultoria, o custo é um fator-chave para 62% dos entrevistados e 42% espera aumentar significativamente os gastos em 2023.



“Há 175 anos, a Siemens vem trazendo inovação tecnológica e temos muito orgulho em atuar de forma pioneira, desenvolvendo produtos e serviços que melhoram a qualidade de vida e beneficiam pessoas no mundo inteiro. Criamos tecnologia que transforma o dia a dia, tornando as indústrias mais ágeis e produtivas, os edifícios, as redes e as infraestruturas críticas mais inteligentes, eficientes e mais seguras”, diz José Borges Frias Junior, Head de Inovação da Siemens.


No ano fiscal de 2022, os investimentos globais em pesquisa e desenvolvimento na Siemens foram de € 5,6 bilhões, um crescimento de 14%, em comparação com € 4,9 bilhões no ano fiscal de 2021. Em 30 de setembro de 2022, a Siemens detinha aproximadamente 43.600 patentes concedidas em todo o mundo e 46.900 funcionários de P&D. No Brasil, há destinação de recursos para cinco Centros de Pesquisa & Desenvolvimento: Curitiba - Centro de P&D em Sistemas de Gestão de Infraestrutura Elétrica; Belo Horizonte - Centro de P&D em Smart Metering; Jundiaí - Centro de Inovação em IoE (Internet of Energy); São Paulo - Siemens no Hub de Inovação no IPT Open Experience e também em São Paulo - Centro de Competência para a Cadeia da Proteína Animal (soluções em rastreabilidade, automação e eficiência energética).


Inovação da empresa no Brasil


O tema inovação está inserido nas quatro prioridades estratégicas da companhia: impacto no cliente, tecnologia com propósito, pessoas empoderadas e mentalidade de crescimento. No Brasil, existe uma estrutura que permeia todos os níveis da empresa. O Comitê de Inovação delibera sobre a destinação e a priorização de projetos e recursos, onde define a estratégia e cria diretrizes para viabilizar recursos. O Núcleo de Inovação habilita e fomenta essa cultura, gerindo um fundo, mapeando e incentivando o uso de fomentos. Os Champions de Inovação atendem demandas das áreas de negócios, promovem, capturam, desenvolvem ideias e as espalham. E todos apoiam essa cultura organizacional.



Entre as inovações que surgiram nos últimos tempos, o Metaverso Industrial e o Gêmeo Digital ultrarrealista puderam colocar centenas de empresas no caminho da automação industrial; a tecnologia da agricultura indoor, já disponível no Brasil, transformará o setor do agro com fazendas que utilizam 100% de energia renovável, com produção 300 vezes mais eficiente do que terras agrícolas convencionais e menos 95% de uso de água. E complementando, já estão sendo vendidos no Brasil os carregadores para veículos elétricos VersiCharge, próprio para residências, empresas, estacionamentos e espaços públicos, e Sicharge D, vencedor do iF Design Award 2023, capaz de fazer uma recarga de 20% a 80% em até vinte minutos para alguns veículos, tornando a experiência muito próxima ao abastecimento de um veículo a combustão.


“Se continuarmos trilhando o caminho que nos trouxe até aqui, iremos deixar um mundo muito diferente às futuras gerações. A tecnologia é o meio para realizar mudanças de impacto. Na Siemens, o conceito de inovação é indissociável da sustentabilidade. Nossas atividades de pesquisa e desenvolvimento são voltadas para criar ou adaptar soluções inovadoras e sustentáveis para os nossos clientes e para nossas próprias operações, a fim de simultaneamente fortalecer nossa competitividade. Nosso portfólio apoia a economia com soluções inovadoras e modelos de negócios já voltados para a transição rumo a um futuro neutro em carbono”, diz Pablo Fava, CEO Brasil da Siemens.


Todas as soluções da Siemens têm por objetivo acelerar transformações por meio da tecnologia, provocar mudanças de maneira sustentável, buscando a eficiência energética, a descarbonização do planeta e impactar de maneira positiva o dia a dia das pessoas.



A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma empresa de tecnologia com foco na indústria, infraestrutura, transporte e saúde. De fábricas mais eficientes em termos de recursos, cadeias de suprimentos resilientes e edifícios e redes mais inteligentes, a transportes mais limpos e confortáveis, bem como cuidados com a saúde avançados, a empresa cria tecnologia com propósito agregando valor real para os clientes. Ao unir os mundos real e digital, a Siemens capacita seus clientes a transformar seus setores e mercados, ajudando-os a transformar o dia a dia de bilhões de pessoas. A Siemens também possui uma participação majoritária na empresa de capital aberto Siemens Healthineers, fornecedora líder global de tecnologia médica que está moldando o futuro da saúde. Além disso, a Siemens detém uma participação minoritária na Siemens Energy, líder global na transmissão e geração de energia elétrica.


No ano fiscal de 2022, encerrado em 30 de setembro de 2022, o Grupo Siemens gerou receita de € 72.0 bilhões e lucro líquido de € 4,4 bilhões. Em 30 de setembro de 2022, a empresa contava com aproximadamente 311.000 funcionários em todo o mundo. Mais informações estão disponíveis na internet aqui.


No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. O Grupo Siemens é formado pela Siemens (Infraestrutura e Indústria), pela Siemens Healthineers e pela Siemens Mobility. Atualmente, o Grupo Siemens conta com quatro fábricas, cinco centros de Pesquisa e Desenvolvimento e cinco Centros de Distribuição espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse nosso website.


Fonte e imagem: Assessoria de Imprensa InPress Porter Novelli

Comments


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page