top of page
  • Foto do escritorBR40

Siemens e Intel unem forças para avançar na produção de semicondutores

  • Siemens e Intel firmam uma parceria para impulsionar a eficiência e a sustentabilidade na produção de semicondutores, abarcando os escopos 1-3;

  • Semicondutores são fundamentais para a economia global e desempenham um papel crucial na redução da pegada de carbono em diversas economias, viabilizando soluções sustentáveis;

  • Ambas as empresas, valendo-se de seus portfólios de soluções IoT de ponta, e das tecnologias de automação da Siemens, buscam aprimorar a eficiência e a sustentabilidade na fabricação de semicondutores.

Siemens

Cedrik Neike, CEO da Digital Industries e membro do Board da Siemens AG, e Keyvan Esfarjani, diretor global de operações da Intel Corp. Foto: Divulgação Siemens


A Siemens AG, empresa líder em tecnologia, e a Intel Corporation, uma das maiores empresas do setor de semicondutores, assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) com o objetivo de impulsionar a digitalização e a sustentabilidade na fabricação de microeletrônicos. Elas concentrarão esforços no avanço de iniciativas de manufatura, na evolução das operações de fábrica, na cibersegurança e no suporte a um ecossistema industrial global resiliente.

“Os semicondutores são essenciais para as economias modernas. Poucas coisas funcionam sem um chip. Estamos orgulhosos de colaborar com a Intel para avançar rapidamente na produção de semicondutores. A Siemens contribuirá com seu portfólio de ponta, habilitado para IoT, tanto em hardware quanto em software, juntamente com sua expertise em equipamentos elétricos, para esta colaboração”, afirmou Cedrik Neike, CEO global da Digital Industries e membro do Board da Siemens AG. “Nossos esforços conjuntos ajudarão na conquista de metas globais de sustentabilidade.”


Siemens

O Memorando de Entendimento identifica áreas-chave de colaboração para explorar diversas iniciativas, incluindo a otimização do gerenciamento de energia e a redução das emissões de carbono em toda a cadeia de valor. Por exemplo, a colaboração se concentrará na utilização de “gêmeos digitais” de instalações de fabricação complexas e altamente intensivas em capital para padronizar soluções, onde cada ganho de eficiência é relevante.

Além disso, a parceria buscará minimizar o uso de energia por meio de modelagem avançada de recursos naturais e pegadas ambientais em toda a cadeia de valor. A Intel explorará soluções de modelagem relacionadas a produtos e à cadeia de suprimentos com a Siemens, impulsionando insights baseados em dados para acelerar o progresso na redução da pegada coletiva da indústria.

“O mundo precisa de uma cadeia de abastecimento de semicondutores mais equilibrada, sustentável e resiliente para atender à crescente demanda por chips”, afirmou Keyvan Esfarjani, Vice-Presidente Executivo da Intel e Diretor Global de Operações. “Estamos entusiasmados em ampliar nossa colaboração com a Siemens, aproveitando as capacidades avançadas de fabricação da Intel para explorar novas áreas onde podemos utilizar o portfólio de soluções de automação da Siemens, aprimorando a eficiência e a sustentabilidade na infraestrutura de semicondutores, instalações e nas operações de fábrica. Este Memorando de Entendimento beneficiará as cadeias de valor da indústria regional e globalmente.”

Práticas sustentáveis ao longo do ciclo de vida dos semicondutores, desde o design até a produção, operação, eficiência e reciclagem, são cruciais para atender à crescente demanda por chips poderosos e sustentáveis. A tecnologia desempenha um papel fundamental na aceleração de soluções para reduzir os impactos climáticos relacionados à computação em toda a indústria de tecnologia e na economia global. A automação e a digitalização são elementos-chave para enfrentar esses desafios, rumo a emissões líquidas zero de gases de efeito estufa. Ao unirem forças e expertise, Siemens e Intel estão prontas para liderar o caminho na promoção de mudanças positivas.


Siemens

A eficiência e a sustentabilidade na indústria de semicondutores aumentarão. Foto: Divulgação Siemens


Siemens

A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma empresa de tecnologia com foco na indústria, infraestrutura, transporte e saúde. De fábricas mais eficientes em termos de recursos, cadeias de suprimentos resilientes e edifícios e redes mais inteligentes, a transportes mais limpos e confortáveis, bem como cuidados com a saúde avançados, a empresa cria tecnologia com propósito agregando valor real para os clientes. Combinando os mundos real e digital, a Siemens capacita seus clientes a transformar seus setores e mercados, ajudando-os a transformar o dia a dia de bilhões de pessoas. A Siemens também possui uma participação majoritária na empresa de capital aberto Siemens Healthineers, fornecedora líder global de tecnologia médica que está moldando o futuro da saúde.

No ano fiscal de 2023, encerrado em 30 de setembro de 2023, o Grupo Siemens gerou receita de € 77,8 bilhões e lucro líquido de € 8,5 bilhões. Em 30 de setembro de 2023, a empresa contava com aproximadamente 320.000 funcionários em todo o mundo. Mais informações estão disponíveis na internet aqui.

No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. O Grupo Siemens é formado pela Siemens (Infraestrutura e Indústria), pela Siemens Healthineers e pela Siemens Mobility. Atualmente, o Grupo Siemens conta com quatro fábricas, cinco centros de Pesquisa e Desenvolvimento e cinco Centros de Distribuição espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse nosso website.


Fonte e imagens: Assessoria de Imprensa - InPress Porter Novelli

Commentaires


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page