top of page
  • Foto do escritorBR40

Siemens é reconhecida como uma das vinte empresas mais inovadoras pelo MIT Technology Review

  • Ranking é realizado pela versão brasileira da Technology Review, plataforma de conteúdo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), a maior publicação do segmento do mundo

  • Estudo inédito no país avaliou a capacidade de inovação baseada em dados de mais de 1.000 empresas

  • José Borges, Corporate Innovation Head da Siemens, recebeu o selo Innovative Workplaces Brasil 2022 em cerimônia que ocorreu em São Paulo

O executivo José Borges (ao centro), Corporate Innovation Head da Siemens, recebe a certificação Innovative Workplaces Brasil 2022 do MIT Technology Review, que reconhece a empresa como uma das vinte mais inovadoras do Brasil


A Siemens, empresa líder em automação industrial e software, infraestrutura, tecnologia predial e transporte, foi reconhecida pelo MIT Technology Review como uma das vinte empresas mais inovadoras do Brasil ao receber o selo Innovative Workplaces Brasil 2022, em sua primeira edição. A Technology Review, plataforma de conteúdo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), é considerada a maior publicação do segmento do mundo. A versão brasileira da plataforma divulgou a lista em cerimônia que ocorreu no Museu de Arte Moderna de São Paulo.


Por meio de uma análise da capacidade de inovação na gestão, produtos, serviços, marketing, vendas e processos, a MIT Technology Review reconhece as empresas que mais se destacaram no ecossistema de inovação do país. “A Siemens é globalmente reconhecida como uma empresa inovadora e isso é que a faz se reinventar e se destacar no mercado há mais de 170 anos. Esta premiação mostra que mesmo localmente, no Brasil, conseguimos manter esse espírito inovador e atuarmos para fornecer à sociedade a tecnologia com propósito”, diz José Borges Frias Jr., Corporate Innovation Head da Siemens.


Nesta primeira lista Innovative Workplaces, as vinte empresas consideradas as mais inovadoras pela publicação foram: AMBEV; Braskem; C&A; Banco Carrefour; Cisco; Conexa Saúde; G4 Educação; Generali; Hospital Albert Einstein; iFood; Movida; Nestlé; Olist; Omnify; Reserva; SAS; Siemens; Tecban; Vibra Energia; Wemobi. As companhias são divulgadas em ordem alfabética e não há um ranking entre elas. Destacaram-se os segmentos de Varejo e Consumo, que emplacaram cinco empresas e na sequência os setores de Tecnologia e Telecom, empatado com Finanças e Seguros, ambos com três companhias.


“A iniciativa tem o objetivo de desenvolver a cultura de tecnologia e inovação do universo corporativo brasileiro. Queremos amadurecer este cenário, destacando as boas iniciativas e apresentando relatórios com possíveis caminhos de melhoria”, destaca André Miceli, CEO da MIT Technology Review e coordenador da pesquisa.



A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma empresa de tecnologia com foco na indústria, infraestrutura, transporte e saúde. De fábricas mais eficientes em termos de recursos, cadeias de suprimentos resilientes e edifícios e redes mais inteligentes, a transportes mais limpos e confortáveis, bem como cuidados com a saúde avançados, a empresa cria tecnologia com propósito agregando valor real para os clientes. Ao unir os mundos real e digital, a Siemens capacita seus clientes a transformar seus setores e mercados, ajudando-os a transformar o dia a dia de bilhões de pessoas. A Siemens também possui uma participação majoritária na empresa de capital aberto Siemens Healthineers, fornecedora líder global de tecnologia médica que está moldando o futuro da saúde. Além disso, a Siemens detém uma participação minoritária na Siemens Energy, líder global na transmissão e geração de energia elétrica.

No ano fiscal de 2021, encerrado em 30 de setembro de 2021, o Grupo Siemens gerou receita de € 62,3 bilhões e lucro líquido de € 6,7 bilhões. Em 30 de setembro de 2021, a empresa contava com aproximadamente 303.000 funcionários em todo o mundo. Mais informações estão disponíveis aqui.



No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. O Grupo Siemens é formado pela Siemens (Infraestrutura e Indústria), pela Siemens Healthineers e pela Siemens Mobility. Atualmente, o Grupo Siemens conta com quatro fábricas, cinco centros de Pesquisa e Desenvolvimento e cinco Centros de Distribuição espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse nosso website.


Fonte e imagens: Assessoria de Imprensa - InPress Porter Novelli


Comentários


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page