• Brasil 4.0

Startups apresentam soluções de logística e e-commerce para micro e pequenas empresas

Evento realizado pelo Ministério da Economia contou, em sua quinta edição, com apoio do Sebrae e foi voltado para os pequenos negócios

Imagem de Mediamodifier por Pixabay

A pandemia do novo coronavírus atingiu pequenos negócios em todo país. Para ajudar micro e pequenos empresários a seguirem operando – respeitando as medidas de isolamento social –, o Ministério da Economia, com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) realizou, nesta quarta-feira (29/4), evento virtual para apresentação de startups com soluções de logística e de e-commerce. O demoday Inovativa Conecta: Covid-19 – Soluções para Micro e Pequenas Empresas reuniu oito empresas desses setores. Esta foi a quinta edição do evento e a primeira voltada para micro e pequenos empresários. A iniciativa faz parte de um pacote de ações desenvolvidas pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME) para enfrentar a crise do novo coronavírus e é realizada por meio do programa de aceleração de startups InovAtiva Brasil, coordenado pelo ME e pelo Sebrae.

No evento de hoje, a startup HandOver apresentou um armário inteligente que atua como ponto de armazenamento, trânsito e quarentena de produtos e objetos. Como explicou Nelson Sauer, CEO da empresa, o produto reduz o contato físico no processo de entrega e, em consequencia, o risco de contaminação. “Esse processo de passar o produto de mão em mão é potencializador da transmissão do vírus. A nossa solução atua justamente para resolver esse problema. É um produto que entrega uma alternativa para se fazer logística de forma mais segura, em que o risco de propagação e contaminação do vírus é bem menor”, disse. Outra solução apresentada foi o Supermenu, plataforma multicanal de transformação digital para diversos segmentos do varejo. A startup oferece um aplicativo de pedido e fidelidade para restaurantes e lanchonetes que permite a digitalização do atendimento nas lojas e também nas entregas em domicílios e retirada de pedidos em balcão (takeaway). “O mercado de varejo alimentar está extremamente afetado pela crise da Covid-19. Toda a receita agora está no delivery e no takeaway”, disse Pedro Duarte, CEO da Supermenu. No setor de marketing digital, a Olhala.com apresentou um pacote de ferramentas digitais para pequenas e médias empresas. Como explicou o CEO Sanchae Camatti, a startup desenvolve sites, plataformas de e-commerce e ativadores de cliente, entre outros serviços. Também se apresentaram no demoday, as startups GoCart, Mercadapp, Shippify, TruggHub, Let e Meu Delivery.

Outras edições Nas três primeiras edições do demoday, startups de saúde apresentaram a instituições públicas e privadas envolvidas no enfrentamento da crise as startups que possuem produtos, serviços e tecnologias inovadoras em setores indicados pela equipe técnica do Ministério da Saúde: 1) Testes rápidos para Sars-CoV-2 e Covid-19; 2) Monitoramento de indivíduos positivos para Sars-CoV-2  e Covid-19; 3) Atendimento remoto: telemedicina e telepsicologia; 4) Comportamento epidemiológico do Sars-Cov-2; e 5) Soluções preditivas de surtos e de toxicidade. Na quarta edição, sete instituições públicas apresentaram a startups instrumentos de apoio ao desenvolvimento de inovações, tais como editais, chamadas e desafios. Todos os eventos foram gravados e estão disponíveis no canal do InovAtiva Brasil no Youtube.


Fonte: Ministério da Economia - Governo Federal

55 visualizações
banner-siemens-plm-160x600-pt.jpg
Assine nossa newsletter!
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

© 2019 - Brasil 4.0 - www.br40.com.br

Fale conosco - contato@br40.com.br