Suzano lança hub DigitaLog³ para potencializar a área Logística da companhia por meio da inovação

Companhia promove também uma chamada aberta para logtechs de todo o Brasil


A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, lança este mês o DigitaLog³, hub para impulsionar a inovabilidade nas operações logísticas da companhia junto ao ecossistema de inovação. Como parte da iniciativa, a empresa está com uma chamada aberta para startups de logística, conhecidas como logtechs, que possam apresentar soluções nessa área.


O DigitaLog³ é uma parceria com o Cubo Itaú, mais relevante hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, e está pautado em três pilares principais. O primeiro deles busca acelerar a transformação, de modo a endereçar desafios estratégicos da operação, promover a desburocratização e impulsionar a transformação do ecossistema de inovação. O segundo pilar é o de mudança cultural, que visa disseminar conceitos de inovação, promover workshops e acelerar o mindset ágil. Já o terceiro é o radar de tendências, com o objetivo de acompanhar as evoluções do ecossistema de inovação, fortalecer a marca, entre outros.



No hub de Logística da Suzano, serão comunicados futuros eventos, informações sobre as chamadas abertas, projetos, cases de sucesso, além de workshops de capacitação.


“Com a criação do DigitaLog³, nosso objetivo é gerar valor para a área de Logística da companhia por meio de conexões entre as nossas áreas e o ecossistema de inovação, e explorar temas estratégicos como máquinas autônomas, redução de emissões e automatização da nossa operação”, explica Beatriz Venturini, Coordenadora de Projetos da Suzano. “A iniciativa foi uma forma que encontramos de unir nossas unidades de Papel, Celulose e Bens de Consumo com o time de Inovação Aberta para transformar a nossa área Logística por meio da inovação”, complementa.


A Suzano também está promovendo uma chamada aberta intitulada “Transportando a Inovação”, voltada para logtechs de todo o País em fases de operação (early stage), tração (growth stage) e aumento de escala (expansion stage), que possam trazer soluções para cinco desafios: energias renováveis, acessibilidade nas operações logísticas, gestão de cargas pós-carregamento, contagem automática de estoque e rastreabilidade de produto.


Como parte das inscrições, as startups interessadas em solucionar os desafios estabelecidos pela companhia precisam preencher um formulário via Microsoft Forms até o dia 03 de agosto.


Fonte e imagem: Portal do Agronegócio com Suzano



Simulação Engenharia 160x600.png