• Brasil 4.0

Tecnologia a serviço da recuperação de crédito


* Por Eduardo Tardelli


O momento que estamos vivendo exige novas ações tanto do Governo, quanto das empresas e indivíduos no que tange a segurança, saúde (física e mental) e economia. Infelizmente, vivemos, desde o início do ano, um número crescente de inadimplentes no Brasil, agravado por conta das demissões e o cenário de dúvidas trazidos pela pandemia de covid-19.


Essa situação preocupa não só representantes político-econômicos, mas a todos nós, pois afeta ainda mais a nossa capacidade de pagamento e nosso estado emocional. Dessa forma, muitos indivíduos podem ter reações impulsivas e decisões equivocadas.


Na luta pela saudabilidade contínua da capacidade de compras da população, a recuperação de crédito tem um importante papel no recebimento de dívidas, tornando os inadimplentes capazes de colocar as suas contas em dia, beneficiando a si mesmos e a economia como um todo.


Em meio a um momento de pandemia, o assunto vem sendo muito discutido por empresários e pessoas, pois possibilita que o devedor consiga fazer financiamentos, empréstimos e compras no crediário, mantendo-se ativo economicamente por meio da circulação de impostos e giro de capital.


Por se tratar de um serviço sensível, é um momento que as recuperadoras estão procurando as melhores estratégias e processos para conseguir atender a grande quantidade de clientes da melhor forma possível. Nesse quesito, o investimento em soluções tecnológicas é, mais do que nunca, capaz de trazer mais agilidade às atividades que englobam este universo de cobrança e maior inteligência as empresas ou advogados que trabalham com este tipo de operação.


A questão da agilidade e assertividade na obtenção de dados relevantes que permitam a recuperação de um determinado crédito é essencial e a tecnologia é uma ferramenta essencial, pois otimiza etapas, garantindo a melhoria dos indicadores, aumentando a produtividade e o controle de inúmeros processos.


Desde empresas do setor que possuem apenas uma PA (Posição de Atendimento) até as empresas com mais de mil posições devem considerar o investimento em soluções tecnológicas como parte do seu planejamento estratégico; tendo em mente que pesquisas internas da upLexis mostram um aumento de mais de 300% em produtividade com o uso de ferramentas apropriadas.


Neste âmbito, as ferramentas mais utilizadas são plataformas especializadas em mineração de dados; aplicativos facilitadores de processos de checagem e investigação de bens e imóveis; robôs capazes de negociar, emitir boletos e enviar avisos de vencimento; discadores preditivos; computação cognitiva, machine learning, entre outras.


O Big Data, em destaque, consegue reunir informações relevantes capazes de criar oportunidades de negócios, melhorar as operações existentes e trazer inteligência de mercado para os mais diversos setores. Use-o a seu favor e em favor da economia do nosso País!


Afinal, a união de soluções tradicionais com recursos tecnológicos e de inteligência artificial está permitindo que muitas empresas consigam aumentar o índice de recuperação de crédito em um tempo menor, sem que isso implique na perda de clientes. Ganham todos: clientes, empresas e a economia!


Eduardo Tardelli é CEO da upLexis, empresa de software que desenvolve soluções de busca e estruturação de informações extraídas de grandes volumes de dados (Big Data) extraídos da internet e outras bases de conhecimento

Fonte e créditos de imagem: Startupi

36 visualizações
banner-siemens-plm-160x600-pt.jpg
Assine nossa newsletter!
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

© 2019 - Brasil 4.0 - www.br40.com.br

Fale conosco - contato@br40.com.br