top of page
  • Foto do escritorBR40

Um chocolate pelo número do seu CPF: como fica a política de Compliance?

  • O trabalho remoto e o pós-pandemia trouxeram novos desafios para o tratamento de dados pessoais;

  • Somados às diretrizes globais, regras e procedimentos específicos obedecendo leis ou riscos do país podem existir de acordo com a necessidade;

  • Canal de Denúncias Tell Us, da Siemens, reforça a importância da comunicação de não conformidades.

Gustavo Ferreira

Gustavo Ferreira é Head de Compliance Brasil na Siemens, área que se reporta diretamente à alta liderança da empresa. Foto: Divulgação Siemens


Partindo de uma situação verídica e aparentemente trivial, onde os colaboradores da Siemens tinham que fornecer o número do CPF em troca de um chocolate, a área de Compliance detectou que existiam dúvidas sobre como agir quando o tema são informações pessoais. Incidentes relacionados ao tratamento desses dados são um exemplo do que o departamento é habilitado para resolver. Suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro também são assuntos que podem ser reportados.


compliance
O Departamento de Compliance da Siemens é dividido em três pilares: prevenir, detectar e responder. Foto: Divulgação Siemens

A ação trouxe à tona a importância de se avaliar para quem, quando e onde compartilhamos nossos dados pessoais. “A cultura de privacidade de dados no Brasil ainda é pouco difundida. Nossa intenção foi ressaltar alguns cuidados que precisamos adotar, tanto como profissionais quanto cidadãos, no que diz respeito aos nossos dados e os de terceiros. No exemplo da atividade desenvolvida, não havia nenhuma compatibilidade entre a finalidade (dar o chocolate) com o pedido de acesso ao número do CPF (tratamento). O risco que se tem, na vida real, é a pessoa compartilhar dados com alguém que tenha um objetivo escuso ou não desejado do qual não se tenha conhecimento”, comenta o Head de Compliance Brasil na Siemens, Gustavo Ferreira.


A área de Compliance da Siemens existe desde 2008, quando foi globalmente criada. As orientações e as regras são as mesmas para todos os países onde a companhia está presente, sendo permitidas adaptações locais em razão de requerimentos legais ou outras condições específicas (Código de Conduta, Compliance Handbook e a Circular 226 são iguais, mas regras e procedimentos específicos obedecendo leis ou riscos locais podem existir de acordo com a necessidade).


siemens

“No Brasil, adotamos medidas adicionais mitigatórias de riscos, a mais do que é requerido regularmente, com o tema privacidade de dados, pois ainda há muito o que ser esclarecido e isso se reflete dentro da empresa. Nesse sentido, implementamos comunicações e palestras adicionais, além do treinamento obrigatório global, de forma a aumentar a conscientização” complementa Ferreira.


A atuação do departamento é dividida em três pilares: prevenir, detectar e responder. Além da privacidade de dados, o time atua contra corrupção, violações da concorrência, fraudes, lavagem de dinheiro, violações de direitos humanos, controles de exportação e está desenvolvendo ainda mais a gestão da ética para permitir e apoiar a organização a tomar as melhores decisões. Além disso, a área engaja a empresa em ações coletivas diversas voltadas para integridade, com destaque para o Siemens Integrity Initiative.


Comunicação aberta


A Siemens tem os seguintes canais para receber denúncias: os gestores, o Chief Compliance Officer, os Departamentos de Legal e de Compliance, a equipe de People & Organization, o canal Tell Us e o ombudsperson.


Quaisquer violações suspeitas ou reais de leis ou de políticas internas podem e devem ser relatadas no Canal de Denúncia da Siemens (Tell Us), incluindo aqueles relacionados a obrigações ambientais, direitos humanos, violência, assédio ou igualdade e diversidade no âmbito do trabalho. A suspeita pode ser direcionada a funcionários, empresa do grupo ou fornecedor da companhia.


siemens

O canal é seguro, permite relato anônimo e fica disponível 24h, durante sete dias por semana. Em 2022, 363 supostas infrações de conformidade motivaram novas investigações no mundo. No mesmo ano, foram totalizadas 212 medidas disciplinares para violações de conformidade (informações disponibilizadas publicamente). Uma diretiva especial protege os funcionários que relatam má conduta imbuídos de boa fé.


Compliance Week


Em 2023, as “Siemens” no Brasil, Argentina, Canadá, México e Estados Unidos uniram-se com o objetivo de conscientizar as iniciativas de compliance e a importância da ética e da integridade nos negócios da empresa. Na região, foram alcançados cerca de 50 mil funcionários e os líderes de Compliance nas Américas comandaram atividades e desafios para envolver e educar equipes sobre a importância da conformidade para o sucesso dos negócios a longo prazo. Um dos pontos altos no Brasil foi o Café com Integridade: em um ambiente descontraído, funcionários trocaram ideias sobre ética, dilemas éticos e a importância de agir com integridade em âmbito pessoal e profissional.


A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma empresa de tecnologia com foco na indústria, infraestrutura, transporte e saúde. De fábricas mais eficientes em termos de recursos, cadeias de suprimentos resilientes e edifícios e redes mais inteligentes, a transportes mais limpos e confortáveis, bem como cuidados com a saúde avançados, a empresa cria tecnologia com propósito agregando valor real para os clientes. Ao unir os mundos real e digital, a Siemens capacita seus clientes a transformar seus setores e mercados, ajudando-os a transformar o dia a dia de bilhões de pessoas. A Siemens também possui uma participação majoritária na empresa de capital aberto Siemens Healthineers, fornecedora líder global de tecnologia médica que está moldando o futuro da saúde. Além disso, a Siemens detém uma participação minoritária na Siemens Energy, líder global na transmissão e geração de energia elétrica.


Maturidade 4.0

No ano fiscal de 2022, encerrado em 30 de setembro de 2022, o Grupo Siemens gerou receita de € 72.0 bilhões e lucro líquido de € 4,4 bilhões. Em 30 de setembro de 2022, a empresa contava com aproximadamente 311.000 funcionários em todo o mundo. Mais informações estão disponíveis na internet aqui.


No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. O Grupo Siemens é formado pela Siemens (Infraestrutura e Indústria), pela Siemens Healthineers e pela Siemens Mobility. Atualmente, o Grupo Siemens conta com quatro fábricas, cinco centros de Pesquisa e Desenvolvimento e cinco Centros de Distribuição espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse nosso website.


Fonte e imangens: Assessoria de Imprensa InPress Porter Novelli

Σχόλια


160x600 whitepaper siemens.jpg
bottom of page